terça-feira, agosto 11, 2009

ACIDENTE IMPRESSIONANTE NA NASCAR!

UM ACIDENTE IMPRESSIONANTE NA CORRIDA DISPUTADA NESTA SEGUNDA EM WATKINS GLEN, PODERIA TER SIDO UMA TRAGÉDIA, PORÉM FELIZMENTE TUDO NÃO PASSOU DE UM GRANDE SUSTO.






videoApós a chuva entrar em cena no domingo, a prova em Glen foi realizada sem maiores problemas nesta segunda. Saindo na pole position, Jimmie Johnson esperava quebrar o tabu e conquistar a primeira vitória em circuitos mistos. Porém, com um carro saindo bastante de traseira, Johnson acabou perdendo várias posições logo nas primeiras voltas. Com o mesmo problema no seu Chevrolet Impala, Stewart não conseguiu escalar o pelotão como de costume, precisando fazer vários ajustes durante a primeira parada nos boxes, na volta 20.Entre todos os líderes, apenas Marcos Ambrose e Kasey Kahne não fizeram seus pit-stops. Um dos grandes favoritos para a prova, Ambrose acabou sendo bastante prejudicado por essa escolha, pois perdeu várias posições quando fez sua parada algumas voltas mais tarde. O australiano só voltou a brigar pela vitória graças a um grave acidente envolvendo Jeff Gordon, Sam Hornish Jr. e Jeff Burton, que deixou a prova sob bandeira vermelha por quase 20 minutos.Na saída da curva 9, quando disputava posição com Kasey Kahne, Hornish acabou sendo tocado e jogado para fora da pista. Após bater na proteção de pneus, seu carro acabou voltando para o meio da pista, sendo acertado violentamente por Gordon e Burton. Apesar dos fortes impactos, todos saírem ilesos, provando a segurança do carro usado pela Nascar.





Os pilotos relargaram na volta 67, com Kyle Busch em primeiro e Stewart em segundo. Escolhendo o traçado de fora, Busch acabou perdendo a liderança para o ex-companheiro de equipe, sendo ultrapassado também por Ambrose duas voltas mais tarde. A partir daí, os dois primeiros travaram um duelo particular pela vitória, com o australiano ficando a menos de um segundo do líder na penúltima volta. Entretanto, com um erro na entrada da curva 1, a vantagem voltou a subir, e Stewart não teve problemas para cruzar em primeiro pela quinta vez em Watkins Glen. Ele está 260 pontos a frente do segundo colocado Jimmie Johnson na classificação do campeonato.O segundo lugar foi o melhor resultado da carreira de Marcos Ambrose pela categoria principal da Nascar. Carl Edwards foi o terceiro, seguido por Kyle Busch, Greg Biffle e Juan Pablo Montoya. Com esse resultado, o colombiano subiu para a sétima posição na tabela, cada vez mais próximo de garantir vaga nos playoffs da categoria. Biffle agora é o décimo, ultrapassando Mark Martin e Matt Kenseth.


Fonte (GP)

HÁ "CONTROVÉRSIAS"!

MICHAEL SCHUMACHER, anunciou hoje(11) que não poderá substituir Felipe Massa no bólido da Ferrari, enquanto o piloto se recupera do acidente.
Muitos dizem que o piloto(Schumacher), viu que o carro da Ferrari não seria o bastante competitivo para a sua volta, porém o piloto afirma que não poderá retornar devido a fortes dores no pescoço consequentes do acidente que sofreu em um treino da moto GP em fevereiro passado.
Vejam a materia publicada ainda em fevereiro na internet, no tv ig:

"O piloto alemão Michael Schumacher divulgou nota em seu site oficial garantindo estar bem da queda de moto sofrida nesta quinta-feira no circuito da cidade espanhola de Múrcia, que fez com que ele fosse internado em um hospital local.
O próprio Schumacher assegurou que a queda ocorreu após exagerar na freada na primeira curva do circuito. Segundo fontes da pista, ele estava a mais de 230 km/h no momento do acidente. Aparentemente, ele pilotava uma Honda CBR 1000, de características e potência similares às do Mundial de Superbikes.
O heptacampeão mundial da Fórmula 1 chegou ao local usando um colar cervical e foi submetido a diversos exames, entre eles uma ressonância. Schumacher quebrou duas costelas e se machucou ao cair de moto no circuito de Cartagena, enquanto fazia testes de forma particular.
Segundo a organização da pista, o alemão chegou a ficar inconsciente, mas recuperou os sentidos pouco depois, quando era levado ao hospital. O piloto saiu sentindo dores no pescoço, pulso direito e no tórax, mas não foi nada grave.
Ele conseguiu caminhar após cair da moto. Schumacher estava há dois dias treinando sozinho na pista. Não se sabia da presença do piloto em Múrcia até a notícia da queda.

E AGORA EM QUEM ACREDITAR??

O CAMPEÃO VENCIDO PELO "PESCOÇO".

Acabou o sonho de ver Schmacher novamamente na F1.
Por dores no pescoço, Michael Schumacher cancelou retorno às pistas como substituto de Felipe Massa na Ferrari .

Michael Schumacher não vai voltar à F1. Depois de ter seu retorno anunciado como substituto de Felipe Massa na Ferrari no GP da Europa, o alemão confirmou nesta terça-feira (11) que, por conta das dores no pescoço — decorrência do acidente sofrido durante um treino de moto em fevereiro —, não vai participar da prova em Valência, frustrando os planos do seu retorno às pistas. Luca Badoer será o representante do time de Maranello ao lado de Kimi Raikkonen.Schumi fez o anúncio através do seu site oficial, dizendo que as dores que sofreu após o dia de testes com a F2007 em Mugello impedem sua participação na corrida. "Ontem à tarde, informei ao presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, e o chefe de equipe Stefano Domenicali que, infelizmente, não vou ser capaz de substituir Felipe. Realmente tentei de tudo para fazer este retorno temporário mas, para meu desgosto, não funcionou", disse o heptacampeão."Infelizmente, não conseguimos diminuir as dores que eu senti no pescoço, que aconteceram após o dia de testes privados em Mugello. Fizemos tudo que era possível, tanto na questão médica quanto na terapêutica", continuou Schumi. As dores são resultado do acidente que o piloto teve durante um treino com uma moto da Superbike Alemã em Cartagena, na Espanha, em fevereiro, que o fez abandonar as provas de motociclismo.
"As consequências das lesões causadas pelo acidente de moto, com fraturas na área da cabeça e do pescoço, infelizmente se mostraram ainda muito severas. E, por isso, meu pescoço ainda não consegue aguentar o estresse causado em uma prova de F1. Estes são os resultados claros dos exames que fizemos nas últimas duas semanas, e do teste que eu fiz ontem à tarde. Como não houve nenhuma melhora desde Mugello, decidi fazer um exame detalhado ontem", disse Michael.A impossibilidade de correr é, de acordo com o piloto, "frustrante até os ossos". "Lamento terrivelmente pelo pessoal da Ferrari e por todos os torcedores que cruzaram seus dedos por mim. Só posso repetir que fiz tudo que estava ao meu alcance. Agora, tudo que posso fazer é manter a torcida pelo time nas próximas corridas", finalizou Schumacher.O alemão, com isso, deve cancelar sua participação em uma nova bateria de dois dias testes que aconteceria em Mugello a partir desta terça com a F2007, que estava sendo usada como preparação para o seu retorno às pistas.
Fonte (GP)