segunda-feira, dezembro 28, 2009

MENSAGEM DE FINAL DE ANO


Que o ano que virá seja repleto de realizações, conquistas, pódiuns e amizades.. porque uma verdadeira amizade não tem preço, e uma competição automobilística... é a realização para quem ama a velocidade!
UM ABRAÇO A TODOS E FIQUEM CONOSCO EM 2010, POIS AS NOVIDADES SERÃO IMBATÍVEIS!
Gerson Rizzi - Presidente do GTA

quarta-feira, dezembro 23, 2009

FÓRMULA 1 - O QUARTETO FANTÁSTICO

DEPOIS DE 11 ANOS FINALMENTE A F1 VOLTA A TER A PARTICIPAÇÃO DE QUATRO CAMPEÕES MUNDIAIS EM UMA MESMA TEMPORADA.
A promessa de uma grande temporada da F1 em 2010 não passa apenas pela volta de Michael Schumacher e as inúmeras mudanças de equipes e pilotos em comparação a 2009. Depois de 11 anos, a categoria voltará a ver quatro campeões na disputa de um mesmo Mundial: o hepta Schumi, o bi Fernando Alonso, Lewis Hamilton – ganhador em 2008 – e Jenson Button, atual detentor do título.

A lista dos pilotos poderia ser maior se o campeão de 2007, Kimi Raikkonen, continuasse na F1. Após perder seu lugar na Ferrari para um dos integrantes desse seleto grupo – Alonso -, o finlandês acertou sua ida para o WRC, onde vai correr pela equipe júnior da Citröen.

A última vez em que a principal categoria do automobilismo mundial teve tantos campeões se enfrentando foi em 1999. Schumacher era um deles, então com dois títulos mundiais. Os outros eram Damon Hill, Jacques Villeneuve e Mika Hakkinen, os três últimos campeões até aquela temporada – 96, 97 e 98, respectivamente.

Existem duas diferenças que podem mostrar ainda mais que o Mundial de 2010 promete ser até mais forte do que foi em 99. Há 11 anos, os quatro campeões estavam divididos em quatro equipes, sendo que apenas dois tinham equipamento para lutar pelo campeonato: Hakkinen pela McLaren e Schumi pela Ferrari.

Villeneuve partia para o segundo ano da então BAR (que, curiosamente, agora é a Mercedes, que tem a volta de Michael) e Hill entrava na última temporada de sua carreira pela Jordan.

Agora, a promessa é de que os quatro campeões lutem pelo título. Além da parceria Schumi-Mercedes, Alonso foi para a Ferrari e Button rumou para a McLaren, que já contava com Hamilton.
O segundo ponto está na experiência vitoriosa dos campeões. Em 99, eles somavam cinco títulos ao todo, sendo que apenas Michael tinha mais de um – e ainda longe do número que obtém na atualidade.

Hoje em dia, esse grupo tem, somado todos, 11 campeonatos. E com um Schumacher tarimbado e um Alonso responsável pelas únicas derrotas do maior recordista da história da F1 desde 2000.


Realmente essa temporada vai ser de arrepiar.


Fonte(GP)

FÓRMULA 1 - YES, HE'S BACK AGAIN!!

DEPOIS DE MUITAS ESPECULAÇÕES, RUMORES, NOTÍCIAS INFUNDADAS, HOJE(23) FOI FINALMENTE CONFIRMADO O RETORNO DO PENTACAMPEÃO MICHAEL SCHUMACHER ÀS PISTAS, DEFENDENDO O TIME PRATEADO. O maior campeão da F1 de todos os tempos está de volta à categoria que o consagrou. A Mercedes anunciou oficialmente a contratação de Michael Schumacher para a temporada 2010, nesta quarta-feira (23). O alemão assinou um contrato de três anos com a equipe, o que foi confirmado pelo próprio. De acordo com o jornal germânico “Bild”, que adiantou a conclusão do acordo na terça (22), o salário do heptacampeão mundial será de € 7 milhões (cerca de R$ 18 milhões).
Schumacher volta à F1 depois de três temporadas de ausência, desde quando decidiu se aposentar ao fim de 2006. O GP do Brasil daquele ano seria o ponto final da carreira do campeão na categoria. Mas o sentimento de acelerar a mais de 300km/h foi mais forte, já que o retorno poderia ter acontecido ainda em 2009, para substituir o lesionado Felipe Massa na Ferrari. Prestes a completar 41 anos no dia 3 de janeiro, o germânico será o mais velho a disputar o Mundial desde Nigel Mansell.

"A Mercedes representa um novo capítulo na minha carreira, um novo desafio para mim, tanto no contexto esportivo, como no pessoal. Estou convencido que estaremos na briga pelo título da F1. Estou ansioso para voltar às pistas trabalhar com meu velho amigo Ross Brawn", afirmou Schumi, que começou a pensar seriamente em aceitar o convite da montadora alemã assim que Ross, seu companheiro desde dos tempos de Benetton, o telefonou, falando sobre o projeto da equipe para 2010.

O chefe da equipe germânica comemorou a contratação de Schumacher e exaltou a diversidade da sua dupla de pilotos para a próxima temporada – Nico Rosberg será o parceiro do veterano. "Como heptacampeão, a carreira de Michael fala por si mesma. Acredito que temos agora a parceria mais empolgante da F1 com Michael e Nico, que traz a perfeita mistura de talento, experiência, velocidade e juventude", comentou Brawn.

"Agora nós podemos concentrar toda a nossa atenção nos preparativos para a próxima temporada. Todos na Mercedes estão bastante ansiosos para o Mundial do ano que vem. Com os investimentos e o apoio das empresas parceiras, nós temos tudo para conseguir uma nova temporada de sucesso em 2010", completou o dirigente.
Fonte(GP)

segunda-feira, dezembro 14, 2009

FÓRMULA 1 - "HE'S BACK AGAIN?"

POIS É, ESTA SENDO ANUNCIADO HOJE(14) EM VÁRIOS CANAIS DE COMUNICAÇÃO DE TODO O MUNDO O RETORNO DE MICHAEL SHCUMACHER À FORMULA 1, EM UM CONTRATO MILIONÁRIO COM A MERCEDES.
A contratação de Michael Schumacher pela Mercedes foi cravada por outra publicação europeia. Depois da revista “Focus” e do jornal “Bild”, ambas alemãs, agora o diário inglês “Daily Mirror” garantiu que o heptacampeão mundial disse sim para a proposta do time chefiado por Ross Brawn para voltar à F1 em 2010 e ser companheiro de Nico Rosberg.

A maior diferença entre a notícia publicada pelo jornal inglês e pela imprensa alemã é sobre o salário que será pago a Schumacher. Segundo o “Daily Mirror”, o germânico vai receber £ 20 milhões (em torno de R$ 57 milhões) por apenas uma temporada – ao contrário do valor de € 3,5 milhões (aproximadamente R$ 9 milhões) veiculado pela “Focus” e de € 7 milhões (quase R$ 18 milhões) publicado pelo “Bild”.

Ainda assim, é menos do que Schumi ganhava na Ferrari, por volta de £ 30 milhões (em torno de R$ 85 milhões), e muito mais do que Jenson Button pediu para ficar na Mercedes (ex-Brawn): £ 8,5 milhões (aproximadamente R$ 24 milhões).

A volta de Schumacher vem sendo especulada desde o acidente de Felipe Massa no treino de classificação do GP da Hungria, em julho. Na época, o veterano concordou em substituir o brasileiro na Ferrari, mas desistiu da ideia por causa de uma lesão no pescoço decorrente de uma queda sofrida durante uma competição de moto no início do ano. Contudo, o empresário do germânico, Willi Weber, declarou que Michael já está curado da lesão no pescoço.

Uma fonte próxima ao ex-piloto garantiu ao “Bild” que "o alemão se sente em forma e saudável, os últimos testes foram positivos, e ele mal pode esperar para trabalhar com Ross Brawn novamente". Procurada pela agência de notícias alemã “DPA”, a porta-voz de Schumacher, Sabine Kehm, não quis falar sobre o assunto. A assessoria da Mercedes também não fez maiores comentários, mas não chegou a desmentir o acordo.

O possível retorno do heptacampeão já provocou repercussões de algumas personalidades da F1 na atualidade. Button afirmou que Schumi pode arriscar sua reputação adquirida durante sua carreira se resolver voltar. Já Adrian Sutil pensa que seu compatriota deveria se manter aposentado para dar chance à entrada de jovens pilotos na categoria.
O alemão será companheiro do compatriota Nico Roserberg, que estava na Williams. Para fechar com a Mercedes, Schumacher precisa rescindir contrato de consultor da Ferrari.

Fonte (GP)

sábado, dezembro 12, 2009

O MEGA PARQUE COBERTO DA FERRARI

A FERRARI ESTA CONSTRUINDO EM ABU DHABI UM ENORME PARQUE FECHADO E COM VÁRIAS ATRAÇÕES, ENTRE ELAS: SIMULADORES DE CORRIDAS IGUAL AOS QUE A FERRARI UTILIZA COM OS PILOTOS, VIAJENS DENTRO DE UM MOTOR V12, A FÁBRICA DE MARANELLO, UMA MONTANHA RUSSA COM 62 METROS DE ALTURA QUE CHEGA A 200KM/H, TUDO ISSO E MAIS UMA ENORME REDE HOTELEIRA. COM TUDO ISSO SERÁ UM DOS CENTROS TURÍSTICOS MAIS IMPORTANTES DO MUNDO QUE DEVE SER INAUGURADO NA METADE DE 2010.

sexta-feira, dezembro 11, 2009

FÓRMULA 1 - FIA DIVULGA O CALENDÁRIO PARA 2010

A esperança de que o GP do Brasil voltasse a encerrar a temporada da F1 se foi. Nesta sexta-feira (11), a FIA anunciou que a prova dos Emirados Árabes vai fechar o campeonato no dia 14 de novembro, conforme os organizadores do GP de Abu Dhabi haviam pedido. Com isso, a etapa brasileira vai acontecer no dia 7 daquele mesmo mês.

O GP de Abu Dhabi continua no crepúsculo, repetindo a experiência deste ano, e o GP da Austrália, que também começará à tarde e terminará no início da noite, será semelhante ao deste ano, com as sombras mudando de posição e incomodando alguns pilotos em Melbourne. Tudo para agradar o público europeu.

Além disso, houve mudança de horário em outra prova: o vexame da interrupção do GP da Malásia causou a antecipação da corrida em uma hora: agora, a largada será dada às 16h locais, não às 17h. O retorno do GP do Canadá vai acontecer ao meio-dia de Montreal.

Uma curiosidade ronda o GP da Inglaterra, definido no início da semana para Silverstone: a prova vai acontecer no mesmo dia da final da Copa do Mundo de Futebol, na África do Sul: 11 de julho.

Calendário de 2010:

14/3
GP do Bahrein
Sakhir
28/3
GP da Austrália
Melbourne
4/4
GP da Malásia
Sepang
18/4
GP da China
Xangai
9/5
GP da Espanha
Barcelona
16/5
GP de Mônaco
Monte Carlo
30/5
GP da Turquia
Istambul
13/6
GP do Canadá
Montreal
27/6
GP da Europa
Valência
11/7
GP da Inglaterra
Silverstone
25/7
GP da Alemanha
Hockenheim
1º/8
GP da Hungria
Hungaroring
29/8
GP da Bélgica
Spa-Francorchamps
12/9
GP da Itália
Monza
26/9
GP de Cingapura
Marina Bay
10/10
GP do Japão
Suzuka
24/10
GP da Coréia do Sul*
Yeongan
7/11
GP do Brasil
Interlagos
14/11
GP de Abu Dhabi
Marina de Yas

*Este circuíto ainda tem que ser homologado pela FIA.

quinta-feira, dezembro 10, 2009

FÓRMULA 1 - O MELHOR DOS MELHORES


EM UMA PESQUISA REALIZADA PELA REVISTA INGLESA AUTOSPORT ONDE VOTARAM 217 PILOTOS DA F1, FOI ESCOLHIDO O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS: AYRTON SENNA.

O tricampeão Ayrton Senna foi eleito o maior piloto de F1 de todos os tempos em uma pesquisa realizada pela revista inglesa "Autosport", com 217 pilotos da principal categoria do automobilismo mundial. Senna bateu o alemão Michael Schumacher e o argentino Juan Manuel Fangio na preferência dos competidores.

O espanhol Fernando Alonso foi o único piloto da atualidade que apareceu entre os dez maiores pilotos da F1. O bicampeão ficou na nona colocação, enquanto Emerson Fittipaldi, também com dois títulos, terminou em 12º, uma posição à frente do tricampeão Nelson Piquet.

De acordo com a publicação, os participantes da eleição possuem juntos 9.194 largadas na F1, com nada mesmo que 270 vitórias. Schumacher, sete vezes campeão do mundo, José Froilán González, contemporâneo de Fangio, e o atual campeão de 2009, Jenson Button, estiveram entre os eleitores.

Cada um fez sua lista dos dez maiores pilotos de todos os tempos da F1. O primeiro colocado de cada lista ganhava dez pontos, o segundo, nove, e assim sucessivamente até o décimo ganhar um. Com a soma de todos os pontos, chegou-se ao resultado final.
Depois de Senna, Schumi e Fangio, os pilotos apontaram ainda Alain Prost, dono de quatro títulos mundiais, como o quarto melhor da história, seguido por Jim Clark, Jackie Stewart, Niki Lauda e Stirling Moss. O canadense Gilles Villeneuve foi considerado o décimo maior piloto da categoria na pesquisa.

Entre os pilotos em atividade, Lewis Hamilton surgiu na 17ª colocação. Kimi Raikkonen, campeão com a Ferrari em 2007, foi indicado como o 22º. O jovem Sebastian Vettel também foi lembrado e obteve a 26ª posição da lista. Já Button apareceu em 30º.

A LISTA DOS MELHORES:

1 Ayrton Senna BRA

2 Michael Schumacher ALE

3 Juan Manuel Fangio ARG

4 Alain Prost FRA

5 Jim Clark ING

6 Jackie Stewart ING

7 Niki Lauda AUT

8 Stirling Moss ING

9 Fernando Alonso ESP

10 Gilles Villeneuve CAN

12 Emerson Fittipaldi BRA

13 Nelson Piquet BRA

Fonte Site (GP)

quarta-feira, dezembro 09, 2009

16º FESTIVAL BRASILEIRO DE ARRANCADAS

COMEÇA AMANHÂ(10) EM CURITIBA PARANÁ, O MAIOR FESTIVAL DE ARRANCADAS DA AMÉRICA LATINA
O 16º Festival Brasileiro de Arrancada, que reúne mais de 350 carros preparados e um público de 60 mil pessoas começa nesta quinta-feira (10/12) e vai até domingo (13/12), das 9h às 17h30, no Autódromo de Curitiba, em Pinhais.
Na arrancada, os carros buscam o menor tempo possível em uma reta de 402 metros. A categoria mais rápida é Dragster Top Álcool no qual os bólidos atingem velocidade superior a 400km/h e chegam a fazer o percurso em menos de seis segundos. Um verdadeiro show de velocidade para o público.
Uma das atrações do evento é o Opala mais rápido do Planeta, do piloto Scort, o "Urso" como é conhecido pelo seu tamanho que já fez os 402 metros em 7s370. O Opala de Scort conta com 3.500 cavalos de potência com 70 psi de blower e é movido a metanol. Além disso, o visual do Opala 1977 chama a atenção. "Sou muito detalhista e procuro passar isso para o carro. Tem a pintura da Goodyear e de um urso feroz no capô em alto relevo. O motor 8 cilindros TFX Big Block também chama a atenção".

Outra atração é a presença de um dragster “duplo” no qual pessoas do público serão sorteadas para sentir a emoção de andar em um bólido de arrancada.
Também terá um vectra de 1.000 cavalos de potência que deve percorrer 402 metros da reta do Autódromo de Curitiba em 8s e chegar a uma velocidade final de 280 km/h.Para efeito de comparação um vectra comum (sem preparação) conta com 140 cv de potência e nesse trajeto não ultrapassa os 180 km/h.
O bólido do piloto Cacá Daud - Goodyear participa da competição na categoria Força Livre Dianteira, para carros nacionais com alívio de peso (recortes de carroceria: teto rebaixado e traseira cortada), tração dianteira, motor com cilindrada livre, bloco da marca do veículo, permitido turbo, óxido nitroso e blower, suspensão com trabalho livre, pneus slick (competição) e santo antônio obrigatório. "Na arrancada, a preparação é muito forte. Chegamos ao limite do carro para percorrer o trecho de 402 metros no menor tempo possível. Meu melhor tempo neste ano foi de 9s226, mas pretendo andar mais rápido na prova mais importante do calendário da arrancada", diz o piloto.
Para atingir este objetivo, Cacá Daud conta com pneus especiais da Goodyear. “Os pneus são muito importantes em carros tração dianteira. Preciso ter uma boa largada para conseguir meu objetivo e os pneus da Goodyear colaboram muito para isso. Vou acelerar forte para tentar vencer na categoria e dar um show para o público”, diz Cacá. Os pneus contam com 28” de diâmetro x 11” de largura x aro 15”.

Além dos pegas na reta, o público de 60 mil pessoas terá outras atrações para se divertir como a Galeria Nitro Alley, um espaço com exposição de 19 marcas, o Autorama Drag Race, única pista de autorama de arrancada do Brasil, com 11 metros de comprimento, o Waterball, uma bolha na qual as pessoas “flutuam” dentro da água, e exposição de carros e miniaturas com destaque para a presença do Maverick 1975, do lutador Wagner Ramos, 22 anos, que foi customizado pelo Cadeirão do Huck, no quadro Lata Velha, e ainda um show de manobras radicais para o público.

Na sexta-feira (11/12), o ingresso custa R$ 10,00. No sábado e domingo, o ingresso diário é de R$ 15,00. Existe ainda a opção de credencial com acesso aos boxes, para todos os dias do evento, ao preço de R$ 60,00 masculino e R$ 40,00 feminino.
Fonte(BR)

segunda-feira, dezembro 07, 2009

KART- 500 MILHAS


FELIPE MASSA VENÇE MAIS UMA!

Ao lado dos parceiros Lucas di Grassi e Júlio Campos, Felipe Massa conquistou a 13ª edição das
500 Milhas da Granja Viana, prova realizada neste sábado no Kartódromo Internacional da Granja Viana, em Cotia (Grande São Paulo). Segundo colocado no grid, Massa tomou a ponta na largada, caiu para terceiro no início, mas logo em seguida recuperou uma liderança que o kart número 19 manteve praticamente até o final das 644 voltas. Em segundo lugar terminou a equipe formada por Leonardo Nienkotter, Ricardo Zonta, André Nicastro, Francesco Ventre, Eduardo Dieter e Guilherme Silva. Os octacampeões Rubens Barrichello e Tony Kanaan, acompanhados por Felipe Giaffone, Renato Russo e Osvaldo Negri, chegaram em terceiro.

Massa e companhia impuseram um domínio sem contestação ao longo de toda a corrida. A rigor, só deixaram de comandar a brigada de 55 karts na obrigatória parada mínima de 15 minutos. No mais, jamais foram ameaçados pelos concorrentes. "Acho que foi uma vitória merecida, porque lideramos praticamente desde a primeira curva. Montamos uma equipe que foi constante durante todo o tempo. O preparador Renato Marlia fez um trabalho notável e Di Grassi e o Julinho andaram muito bem, poupando o equipamento, sem colocar o kart sobre as zebras", ressaltou.

Pouco antes de receber a bandeirada quadriculada, Felipe ficou de pé no kart e, ao melhor estilo Bebeto na Copa dos Estados Unidos em 1994, simulou o "nana-nenê" para homenagear o filho Felipinho, nascido na última segunda-feira. "Esse resultado é todo dele. Foi um gesto que planejei apenas nas voltas finais, porque quando a gente pensa nas coisas com muita antecedência geralmente elas não dão certo. Espero repeti-lo na Fórmula 1 em 2010", continuou.

Massa está vivendo um desfecho de temporada que compensa os momentos de preocupação que passou depois do acidente em julho no GP da Hungria. "Fiquei um bom tempo afastado das pistas, apenas olhando as corridas pela televisão e sonhando com a volta. Tem sido um ótimo recomeço, com a vitória na segunda bateria do Desafio das Estrelas na semana passada e agora este resultado aqui na Granja Viana, uma prova longa e sempre bastante difícil", comentou Massa, que aumentou para três o número de títulos na vencera na prova de longa duração, repetindo os feitos de 1997 e 2002.

Depois de uma intensa batalha, o segundo lugar ficou nas mãos da equipe Techspeed, que superou Barrichello e seus amigos por apenas nove segundos depois de quase 11 horas de competição. "Fizemos uma parada para reabastecimento não prevista nas últimas voltas e tememos perder a posição. Pelas nossas contas, voltaríamos atrás do Osvaldo Negri cerca de dois segundos. Mas o trabalho nos boxes foi tão eficiente que regressamos à pista oito segundos na frente deles", explicou o catarinense Nienkotter. Segundo ele, o segredo do excelente rendimento do kart 45 foi o entrosamento e o ritmo semelhante de todos os seus pilotos. "Estamos andando juntos há anos e a diferença do mais veloz para o mais lento da equipe não passa de dois décimos. Além disso, priorizamos o acerto com pneus usados e a estratégia funcionou", concluiu Nienkotter.

Os 10 melhores das 500 Milhas da Granja Viana:

1 - Felipe Massa, Lucas di Grassi e Júlio Campos, 644 voltas em 10h58min17s642
2 - Leonardo Nienkotter, Ricardo Zonta, André Nicastro, Francesco Ventre, Eduardo Dieter e Guilherme Silva, 642
3 - Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone, Renato Russo e Osvaldo Negri, 642
4 - Nelsinho Stanisci, Jefferson Muccio, Sebe Malucelli, Alan Siedell, Allan Syrthes, Victor Calman e Arthur Guilherme, 640
5 - Onassis de Souza, Denis Dirani, Sérgio Jimenez e André Matinha, 639
6 - Vinicius de Souza, André Matinha e Fábio Orsolon, 639
7 - Luiz Cordeiro Filho, Yan Cunha e Igor Veras, 639
8 - Rodrigo Stephani, Yuri Alves, Fernando Carvalho e Joel Mendes Jr., 638
9 - Marcelo Monteiro, Marcelo Oliveira, Henrique Lambert e Jelson Teixeira, 637
10 - Felipes Apezzatto, Felipe Lapenna, Galid Osman, Victor Guerin e Dudu Massa, 636

Fonte (BR)

quinta-feira, dezembro 03, 2009

FÓRMULA 1 - NASCE O HERDEIRO DE MASSA

NASCEU NA ÚLTIMA SEGUNDA-FEIRA(30), FELIPE BASSI MASSA O HERDEIRO DE FELIPE MASSA!

Na última segunda-feira (30), nasceu, em São Paulo, Felipe Bassi Massa, primeiro filho do piloto Felipe Massa com a esposa, Anna Raffaela. De acordo com o ferrarista, a emoção no momento do parto pode ser comparada com alguns dos mais importantes momentos de sua carreira na F1.

"É um momento incrível na minha vida, uma sensação única. Estou super feliz e a Raffaela também. Ele nasceu perfeito, é grande e forte", afirmou Felipe, durante a cerimônia de entrega do prêmio Capacete de Ouro, na noite desta terça-feira (1º).
Felipinho, como o piloto chama a criança, nasceu com 49 centímetros de altura e 3,370 kg. "Acompanhei tudo, fiquei super firme. É como uma vitória [nas pistas], foi uma emoção muito especial, como é vencer no Brasil", adicionou. O brasileiro venceu duas vezes em Interlagos, em 2006 e em 2008.

Massa ainda comparou o nervosismo nos momentos que antecederam o parto com os instantes que precederam a largada do GP do Brasil do ano passado, quando venceu a prova, mas perdeu o título para o inglês Lewis Hamilton, da McLaren. "É uma briga boa, mas acho que foi na hora do parto", brincou.

O piloto também revelou qual deve ser o primeiro presente de Felipinho: uma camisa do São Paulo, que ainda briga pelo título do Campeonato Brasileiro de Futebol. "Acho que, no momento, uma camisa do São Paulo é mais importante, porque a gente está aí na luta final, que não vai ser fácil. Vai ser muito difícil, mas vamos torcer. O carrinho da Ferrari fica para o ano que vem", disse.

Fonte (GP)

quarta-feira, dezembro 02, 2009

16º FESTIVAL BRASILEIRO DE ARRANCADAS

CARROS MAIS RÁPIDOS QUE OS DA F1, SERÃO UMA DAS ATRAÇÕES NO MAIOR EVENTO DE ARRANCADAS DA AMERICA LATINA QUE SE RALIZARÁ NO AUTÓDROMO INTERNACIONAL DE CURITIBA DIAS 10, 11, 12 e 13 DE DEZEMBRO.

Supermáquinas movidas a metanol e nitro metano que fazem de 0 a 100 km/h em menos de um segundo, os dragsters serão a principal atração do 16º Festival Brasileiro de Arrancada que acontece de 10 a 13 de dezembro, das 9h às 17h30, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais. Para efeito de comparação, os carros da Fórmula 1 atingem velocidade máxima de 340 km/h e andam de 0 a 100 km/h em 2,3 segundos. Os dragsters chegam a superar os 400km/h.
Mais de 60 mil pessoas devem invadir a arquibancada, os camarotes e a área dos boxes do Autódromo de Curitiba para acompanhar os pegas na reta de 402 metros. No Festival Brasileiro já estão confirmadas as presenças de Alejandro Sanches/SP, atual recordista de velocidade com 403.32 km/h no Autódromo de Curitiba, e recordista de tempo no Rio Grande do Sul percorrendo 402 metros em 5s763 e de Sidnei "Grandão" Frigo/SP, atual recordista de tempo no Autódromo de Curitiba com o tempo de 5s901. Os pegas entre os dois e outros 350 carros preparados, que são divididos em 23 categorias, vão definir quem são os pilotos mais rápidos do Brasil.
Outra atração do Festival é a presença de um dragster de dois lugares que atinge mais de 300 km/h no qual pessoas da arquibancada serão sorteadas para andar os 402 metros em 7s. O dragster vai estar presente no evento divulgando a SPID (uma nova pista de arrancada que será inaugurada em 2010, em Itatiba/SP).

Além dos 402 metros

Além dos pegas na reta de 402 metros, o Festival Brasileiro terá ainda muitas atrações com o encontro de carros e de miniaturas e um dinamômetro que vai permitir os últimos acertos nos bólidos. Um dos destaques da exposição de carros é o Maverick, do lutador Wagner Ramos, que foi customizado no quadro Lata Velha, do programa Cadeirão do Huck. O Festival Bar também marca presença nesta edição.

A Galeria Nitro Alley (localizada atrás dos boxes - local que permite o acesso da arquibancada) vai reunir 19 marcas expondo as últimas novidades dos segmento. São elas a Petrobrás (com simuladores), GM Chevrolet, Goodyear, Splash, Bormax, Imohr, RC3, Socarrão, Still Auto Couros, Thewll2, Powertech, Pro Race Originals, Força Livre Megastore, ODG, Ceramic Power, Fuel Tech, Régis Racing, Recuperg e Displatec.

O Autorama Drag Race, a única pista de autorama de arrancada do Brasil com 11 metros de comprimento, também está montada atrás dos boxes para garantir a diversão de adultos e crianças. Outro destaque é a presença de simuladores.

Além do autorama, as crianças ganharam uma atenção especial no Festival deste ano com um parque infantil com piscina de bolinha, pula-pula e outras atrações. O Waterball, uma bolha na qual a pessoa fica dentro "flutando" sobre a água, também deve chamar atenção do público.

INGRESSOS E CREDENCIAIS:

Venda de ingressos e credenciais (antecipados)
Alô Ingressos: (41) 3042-6262 ou www.aloingressos.com.br.
Os ingressos podem ser adquiridos ainda alguns pontos de venda nas cidades de Curitiba, Londrina, Joinville, Blumenau, Itapema, Balneário Camburiú, Florianópolis, Porto Alegre e São Paulo. Confira os pontos no www.forcalivre.com.br

Arquibancada
Quinta-feira (10/12): 1kg de alimento;
Sexta-feira (11/12) - R$ 10,00 masculino e feminino;
Sábado (12/12) - R$ 15,00 masculino e feminino;
Domingo (13/12) - R$ 15,00 masculino e feminino.

Credencial box masculina
Acesso a todos os dias - R$60,00
Acesso somente domingo - R$40,00

Credencial box feminina
Acesso a todos os dias - R$40,00
Acesso somente domingo - R$40,00

Estudantes:
Mediante apresentação da Carteira do estudante, com o comprovante de pagamento da última mensalidade, desconto de 50% no ingresso para arquibancada.

Idosos e Menores de 10 anos
Entrada franca.

Horários de pista:

Dia 10/12: das 10h às 17h
Dia 11/12: das 9h às 17h
Dia 12/12: das 9h às 17h
Dia 13/12: das 9h às 17h

Fonte(BR)

INDY NO BRASIL... MAIS UM CAPÍTULO

A realização do GP do Brasil da Indy nas ruas de São Paulo é um "nó apertado que precisa ser desenrolado", nas palavras do presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), Cleiton Pinteiro.

A categoria norte-americana confirmou na semana passada a realização da corrida brasileira, que deve ter a pista montada nas ruas que circundam o Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte da capital paulista, para o dia 14 de março.

No entanto, evento esbarra no Estatuto da CBA, que não deve ter sido consultado no momento da concretização do acordo e diz: "Fica vetada qualquer competição em circuitos alternativos, quando realizadas em vias públicas, fechadas ao tráfego de veículos ou não, em cidades que possuam um circuito permanente homologado pela CBA."

Pinteiro, que tem ciência do Estatuto, sabe que tem uma grande "batata quente" nas mãos. "É, este é um nó apertado que precisa ser desenrolado. Na verdade, é uma saia tão justa que até para andar é complicado", disse, durante a realização do Desafio das Estrelas em Florianópolis.

"Só que estou aqui para promover corridas, não para "despromover", então vou procurar uma maneira de liberar esta corrida. Meu desejo era que fosse em Interlagos, mas parece que existe um acordo entre a Prefeitura e Bernie Ecclestone, que proíbe corridas de categorias como a Indy por lá", continuou.

Para que a prova aconteça, no entanto, Pinteiro se reunirá com os organizadores da categoria e da prova. "Vamos fazer um encontro nesta quinta-feira, no Rio, onde nosso advogado estará presente, e vamos resolver isso da melhor maneira possível", encerrou.

Fonte(BR)


Que novela, na minha opinião acho que não há interesse da CBA ou autoridades locais, talvez por essa febre de Olimpíadas e Copa do Mundo próximas; em ter essa categoria aqui no Brasil, porque se tivesse já teria definido sua posição. Sabem quem perde com isso? Nós, simpatizantes do automobilismo. É lamentável...

STOCK CAR 2010 - CARRO NOVO NA JUNIOR

As pistas de corrida vão ficar mais belas. A partir do ano que vem, o Mini Cooper vai substituir os carros da categoria Stock Junior. A nova categoria foi batizada de Mini Challenge. A Vicar (que organiza a Stock Car) ainda não liberou as informações completas sobre a nova categoria, mas adiantou que prevê um grid de cerca de 15 carros, que já vem preparados da Inglaterra. A maior diferença, em relação aos carros de rua, é o grande aerofólio sobre o teto. Os para-choques também são novos, e o motor deverá ser o 1.6 turbinado. As corridas deverão ser disputadas em duas baterias, aos sábados.

Fonte (BR)

AUTOMOBILÍSMO 2009 - OS MELHORES DO ANO

A PREMIAÇÃO FOI ENTREGUE NESTA TERÇA(01), EM SÃO PAULO. FORAM ESCOLHIDOS OS PILOTOS QUE MAIS SE DESTACARAM EM COMPETIÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS NO ANO DE 2009.


A entrega do Capacete de Ouro 2009 — prêmio dado aos melhores pilotos do automobilismo brasileiro em eleição realizada por jornalistas — não teve maiores surpresas na cerimônia realizada nesta terça-feira (1). Na categoria F1, o vencedor foi Rubens Barrichello, terceiro colocado do Mundial. Na Top, em que concorrem pilotos da Indy, Hélio Castroneves (quarto no campeonato) ficou com o prêmio e Cacá Bueno, campeão antecipado da Stock Car, recebeu a honraria da divisão Nacional. Além destes, outros dez prêmios foram concedidos.

"Eu cheguei a não sonhar assim tão alto em ter um carro tão competitivo", disse Barrichello ao falar sobre o ano que teve com a Brawn, que o levou ao terceiro lugar na temporada e deu o título de pilotos a Jenson Button. "Foi sensacional a primeira vez que eu guiei o carro e eu lembro do Felipe (Massa) perguntando se era blefe, porque o carro era muito bom, não tinha o que fazer", complementou — a equipe também levou o título de Construtores.

Massa, por sua vez, não ganhou o Capacete de Ouro, mas foi homenageado pelo evento pela rápida recuperação do acidente sofrido em julho, nos treinos classificatórios para o GP da Hungria, que o fez perder oito das 17 etapas do Mundial. "A gente teve um ano difícil, não só pelo acidente, mas esperava-se um carro mais competitivo. Mas na vida a gente aprende em momentos bacanas, e aprende muito mais em momentos difíceis", declarou.

Castroneves não esteve presente para receber seu prêmio. Dos EUA, pediu para que seu pai pegasse por ele o Capacete de Ouro e mandou uma mensagem em vídeo, confirmando que em breve se tornará pai e ironizando seus recentes problemas com a justiça norte-americana — o piloto foi absolvido das acusações de fraude e sonegação de impostos. "A qualquer momento eu posso ser pai e vai ser uma gatinha. Quem sabe pode ser a próxima Bia (Figueiredo). Não, acho melhor ser advogada. Sempre precisa de um advogado na família", brincou.

Cacá, por fim, agradeceu à Red Bull — sua equipe no campeonato de 2009 — tanto pelo título da temporada de Stock Car quanto pelo prêmio: "É o tricampeonato do Capacete de Ouro e com gente muito competente aqui do lado, muito difícil de ganhar. O Ricardo (Maurício) ganhou no ano passado, o Átila (Abreu) surgindo agora. Vou colocar o prêmio ao lado dos meus troféus de Stock Car na estante", garantiu o carioca, vencedor antecipado do campeonato.

Confira os vencedores de todas as categorias do Capacete de Ouro 2009:

F1
1. Rubens Barrichello
2. Felipe Massa
3. Nelsinho Piquet

Top (Indy)
1. Hélio Castroneves
2. Mário Moraes
3. Tony Kanaan

Internacional
1. Luis Felipe Nasr (F-BMW)
2. Augusto Farfus Jr. (WTCC)
3. Giancarlo Vilarinho (F-BMW)

Nacional (Stock Car)
1. Cacá Bueno
2. Ricardo Maurício
3. Átila Abreu

Fórmula
1. Leonardo Cordeiro
2. Cláudio Cantelli
3. Yann Cunha

F-Truck
1. Felipe Giaffone
2. Valmir Benavides
3. Wellington Cirino

GT3
1. Rafael Derani/Cláudio Ricci
2. Marcelo Hahn/Allam Khodair
3. Chico Longo/Daniel Serra

Porsche Cup
1. Miguel Paludo
2. Constantino Júnior
3. Ricardo Baptista

Turismo
1. Júlio Campos (Copa Vicar)
2. Fábio Fogaça (Stock Jr.)
3. Pedro Boesel (Stock Jr.)

Rali
1. Rafael Túlio/César Valandro
2. Oswaldo Scheer/Gilvan Jablonsky
3. Eduardo Scheer/Geferson Pavinatto

Off-Road
1. Maurício Neves/Eduardo Bampi
2. Reinaldo Varela/Marcos Macedo
3. Jean Azevedo/Youssef Haddad

Kart
1. Jonathan Louis
2. Felipe Fraga
3. Pietro Fantin

Revelação
1. Vinícius Papareli
2. Matheus Jacques
3. Gregory Diegues

Fonte (GP)

PARABÉNS A TODOS E OBRIGADO PELO SHOW!

segunda-feira, novembro 30, 2009

FÓRMULA 1 - FIA DIVULGA A LISTA DE PILOTOS E EQUIPES

A FIA ANUNCIOU NESTA SEGUNDA-FEIRA(30) A LISTA OFICIAL DE PILOTOS E SUAS EQUIPES PARA A TEMPORADA 2010.


Uma das coisas que chama atenção no comunicado da entidade máxima é a Manor. A equipe, de fato, firmou acordo com a Virgin e a empresa de Richard Branson, que em 2009 patrocinou a campeã Brawn, dará nome ao time inglês.

Outra notícia confirmada pela lista é de que a Red Bull vai mesmo utilizar os motores Renault no ano que vem. Além disso, a Mercedes apareceu como Brawn Mercedes, mas a nota ressalta que o time pretende mudar de nome após o início do campeonato.
A mesma lista, entretanto, não esclareceu a questão da 13ª vaga do grid, diante da retirada da Toyota da F1. Embora a Sauber esteja cotada para ocupar o lugar deixado pelos japoneses, o time recém-adquirido por Peter Sauber não apareceu na lista.

A FIA advertiu que a Toyota "está fortemente vinculada" à categoria por meio do Pacto da Concórdia, mas que " o time não vai efetivamente participar da competição". A federação declarou que o anúncio da substituta da Toyota será feito no momento adequado.

Também é preciso destacar que Bruno Senna, acertado com a Campos, vai correr com o número 21, algo que cai como uma luva tanto para o piloto quanto para a escuderia espanhola. Vale lembrar que Senna é patrocinado pela Embratel, que utiliza o 21 no cenário da telefonia nacional.

Por fim, Rubens Barrichello, que defender a Williams no ano que vem, ficou como número 9, enquanto Felipe Massa, da Ferrari, vai estampar o 7.

A LISTA:

1 Jenson Button ING- McLaren Mercedes
2 Lewis Hamilton ING- McLaren Mercedes
3 Nico Rosberg ALE- Mercedes
4 a definir- Mercedes
5 Sebastian Vettel ALE- Red Bull Renault
6 Mark Webber AUS- Red Bull Renault
7 Felipe Massa BRA- Ferrari
8 Fernando Alonso ESP- Ferrari
9 Rubens Barrichello BRA- Williams Cosworth
10 Nico Hülkenberg ALE- Williams Cosworth
11 Robert Kubica POL- Renault
12 a definir- Renault
14 Adrian Sutil ALE- Force India Mercedes
15 Vitantonio Liuzzi ITA- Force India Mercedes
16 Sébastien Buemi SUI- Toro Rosso Ferrari
17 a definir- Toro Rosso Ferrari
18 a definir- Lotus Cosworth
19 a definir- Lotus Cosworth
20 a definir- Campos Dallara Cosworth
21 Bruno Senna BRA- Campos Dallara Cosworth
22 a definir US- F1 Cosworth
23 a definir US- F1 Cosworth
24 Timo Glock ALE- Virgin Cosworth
25 a definir- Virgin Cosworth

DESAFIO DAS ESTRELAS

Uma corrida sensacional marcou a segunda e decisiva bateria do Desafio Internacional das Estrelas, neste domingo, no Arena Sapiens Parque, em Florianópolis (SC). Após um início eletrizante, Felipe Massa garantiu a vitória da segunda bateria, mas Michael Schumacher, que havia vencido a primeira, no sábado, terminou em segundo e tornou-se o único bicampeão da competição. Massa é vice da edição 2009 e Vitor Meira, piloto da Indy, terminou em terceiro, a mesma posição no acumulado. O público encheu as arquibancadas e os camarotes do kartódromo, inaugurado na capital catarinense. Massa ficou bastante satisfeito com a corrida. “Não comecei muito bem, perdi posições na largada, mas consegui recuperar e fazer várias ultrapassagens. No final tive de me defender do Michael, que estava um pouco mais rápido do que eu. Foi sensacional! Estou em êxtase”, comentou o brasileiro.

Além de pilotar, Massa é um dos organizadores do Desafio das Estrelas. “Esse evento não foi fácil, mas vim com prazer porque faz parte da minha vida e do meu trabalho. Fiquei muito feliz com o que encontrei aqui. Estava com ansiedade de dar tudo certo e deu! A coisa aconteceu melhor do que tudo que eu imaginava. É o evento mais importante de kart que eu já participei. O evento e a organização mostraram ao mundo inteiro o que somos capazes de fazer. Estou super orgulhoso e emocionado”, disse Massa, que pode se tornar pai de Felipinho a qualquer momento. “Estou numa situação importante da minha vida, que é o nascimento do meu primeiro filho. Agora só depende dele”.

Michael Schumacher aprovou o novo kartódromo e a infraestrutura do Desafio das Estrelas. “Um grande final de semana e foi ótimo subir ao pódio com Felipe. Estou muito feliz por ele ter vencido a corrida. Acredito que tenha sido um show para o público. Essa é minha terceira participação no Desafio das Estrelas e com certeza estarei de volta em 2010. O evento está muito bem organizado”, disse o heptacampeão de F1.

O piloto da Indy Vitor Meira deu trabalho para Schumacher e Massa no início da corrida, mas acabou sendo ultrapassado pelos dois e segurou a terceira posição. Na entrevista coletiva dos três primeiros colocados, Meira também elogiou a infraestrutura do Desafio. “É um prazer dividir a pista com todo mundo que veio para o evento. Além dos parabéns ao Michael, queria dar parabéns maior ainda ao Felipe. Definitivamente esse evento é uma coisa impressionante. Todo ano melhora e é um prazer estar aqui”, disse.

Confira a classificação final do Desafio das Estrelas

1 - Michael Schumacher (ALE) - 42 pontos
2 - Felipe Massa (SP) - 36
3 - Vitor Meira (DF) - 26
4 - Vitantonio Liuzzi (ITA) - 25
5 - Rubens Barrichello (SP) - 23
6 - Tony Kanaan (BA) - 19
7 - Lucas di Grassi (SP) - 13
8 - Marcos Gomes (SP) - 11
9 - Max Wilson (SP) - 9
10 - Christian Fittipaldi (SP) - 8
11 - Antonio Pizzonia (AM) - 8
12 - Raphael Matos (SP) - 7
13 - Nelsinho Piquet (DF) - 7
14 - Enrique Bernoldi (PR) - 7
15 - Bia Figueiredo (SP) - 6
16 - Duda Pamplona (RJ) - 6
17 - Ricardo Zonta (PR) - 5
18 - João Paulo de Oliveira (SP) - 4
19 - Tarso Marques (PR) - 4
20 - Xandinho Negrão (SP) - 2
21 - Mario Moraes (SP) - 2
22 - Luciano Burti (SP) - 1
23 - Popó Bueno (RJ) - 0
24 - Felipe Giaffone (SP) - 0
25 - Eduardo Berlanda (SC) – 0

Fonte (BR)

quinta-feira, novembro 26, 2009

TUDO O QUE O DINHEIRO PODE COMPRAR

A Lumma Design e a G-Power desenvolveram um carro exclusivo para atender o desejo do sheik da Arábia Saudita, o CLR 730 RS, baseado no BMW M5.


A estética versão especial foi desenvolvida pela Lumma Design em duas cores. O preto, que representa a parte feita de fibra de carbono, que atinge o capô, o teto e o porta-malas, além dos contornos das rodas, das maçanetas e dos retrovisores. Já o branco aparece no resto da lataria do carro, que inclui as portas, a parte abaixo do capô e do porta-malas. O toque especial é dado pelas rodas de liga leve de 21 polegadas de alumínio escovado.

Na parte interna, foram escolhidas as cores branco e vermelho. Os revestimentos dos bancos são de couro e o painel de instrumentos possui um material semelhante a veludo. Outros detalhes de destaque são o controle central e os painéis das portas com acabamentos em carbono das mesmas cores dos bancos e uma placa que identifica a exclusividade do carro.
O CLR 730 RS é equipado com um motor 5.0 V10, com dois compressores turbo, que geram no total 730 cavalos de potência, desenvolvido pela G-Power. De acordo com a montadora, o carro do sheik possui o motor mais potente utilizado até hoje por um BMW, para circular em via pública. A potência permite acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,2 segundos e atingir uma velocidade máxima de 367 km/h.

quarta-feira, novembro 25, 2009

FÓRMULA INDY 2010 - SÃO PAULO, O FIM DA NOVELA!

APÓS RIBEIRÃO PRETO E SALVADOR SEREM ELIMINADOS, SOBROU O RIO DE JANEIRO, MAS COMO O PREFEITO NÃO DEU MUITA IMPORTÂNCIA POIS ESTA PREOCUPADO COM AS OLIMPÍADAS, SÃO PAULO ENTROU NA LISTA EMERGENCIAL E... FOI APROVADO!

A novela da corrida brasileira que se estendeu por meses caminhava para um fim dos mais lacônicos, então os representantes brasileiros partiram para um plano de emergência. Que deu certo. E São Paulo vai receber a prova em suas ruas em 2010.

Chegou um momento em que os organizadores da IndyCar, lá dos EUA, pressionaram o pessoal daqui do Brasil, capitaneado pela figura de Carlo Gancia. Eles haviam estipulado um prazo até esta quarta-feira (25) para que a situação fosse definida, o vai-ou-racha. E vai. Gancia costurou o acordo nos últimos dias, falando com o presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho, e com o prefeito Gilberto Kassab. Acertaram até que rápido demais diante do imbróglio dos últimos quatro ou cinco meses.

A corrida vai acontecer em 14 de março e vai abrir a temporada de 2010. Será a primeira corrida da Indy no Brasil desde 2000. O Rio utilizou o oval de Jacarepaguá por cinco anos. O próximo passo da parceria São Paulo-Indy é definir o traçado urbano e verificar os planos e estratégias de engenharia sobre os pontos próximos à pista de rua.

O plano inicial da pista está nas ruas das proximidades do Sambódromo do Anhembi, na zona norte da cidade. Outras duas áreas estão sendo estudadas.

Pela segunda vez, assim, São Paulo rouba do Rio um evento de grande porte no automobilismo. Em 1990, a prefeita Luiza Erundina tirou de Jacarepaguá a primazia de receber o GP do Brasil de F1. Agora, mais porque o prefeito Eduardo Paes se desfez da Indy, a capital paulista acaba se sobrepondo. Há, também, a possibilidade de São Paulo receber a A1 GP, na mesma data, 14 de março. Mas aí é outra novela, relacionada com a possível morte da categoria.

Eis aqui a declraração do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab a respeito:

"A vinda da Indy confirma a vocação de São Paulo para grandes eventos mundiais. É um presente para a população, que poderá ver de perto grandes carros e pilotos. E também é uma importante oportunidade de negócios para a cidade, que se firma como capital do automobilismo na América Latina".

Três áreas já estão sendo analisadas pela prefeitura de São Paulo e pelos representantes da Indy no Brasil para serem palco da pista de rua da corrida enfim confirmada para 14 de março de 2010. O aeroporto Campo de Marte e o Parque do Ibirapuera. A favorita é a área do sambódromo do Anhembi, na zona norte.
Com 90% de chances de receber o evento, o local ja tem uma estrutura montada que vai desde as arquibancadas, amplo espaço para camarotes e estacionamento e até uma rede de hoteis disponíveis para o público
Fonte Site (GP)

TARUMÃ-O TEMPLO DIFAMADO

É IMPRESSIONANTE COMO AS PESSOAS QUE SE DIZEM ENTENDER DE AUTOMOBILISMO DEFLAGRAM SUAS IDÉIAS E AS DIGEREM COMO SE FOSSEM OU DEVERIAM SER NORMAS OU LEIS.
EU, COMO AMANTE DO AUTOMOBILISMO DESDE QUE ME CONHEÇO POR GENTE, E ISSO JÁ FAZEM UNS 30 ANOS, SEMPRE TIVE UM COMO REFERÊNCIA O AUTÓDROMO INTERNACIONAL DE TARUMÃ. NÃO ENTENDO E NÃO ACEITO COMO PESSOAS COM INTERESSES POLÍTICOS OU PESSOAIS DIFAMAN ESSE TEMPLO. CONCORDO QUE DEVERIA TER UM APERFEIÇOAMENTO NO LOCAL, PRINCIPALMENTE NO QUE DIZ A ÁREA DE BOX E ESTRUTURA PROS PILOTOS, ATÉ AI TUDO BEM MAS DIZER QUE O AUTÓDROMO TA ULTRAPASSADO, QUE O PILOTO TAL ERROU UMA CURVA E SAIU RETO E BATEU NA PROTEÇÃO DE PNEUS OU NA ÁREA DE ESCAPE, PORQUE DEU UM CICLONE NA REGIÃO E ARRASOU AS ESTRUTURAS DOS PATROCINADORES DO EVENTO A CULPA É DO AUTÓDROMO, ISSO É RIDÍCULO!
QUERO AQUI DEIXAR O MEU APOIO TOTAL AOS DIRIGENTES DO AUTÓDROMO, E DIZER QUE O GTA SEMPRE ESTARÁ DO LADO E DIVULGARÁ TODOS OS EVENTOS DESTE LOCAL QUE CONSIDERAMOS O TEMPLO DO AUTOMOBILISMO DO RIO GRANDE DO SUL.

QUERO AQUI TRANSCREVER UM DEPOIMENTO DO SENHOR MARCIO PIMENTEL, ADMINISTRADOR DO AUTÓDROMO DESDE 1995, QUE DIANTE DE TANTAS CRITICAS E DIFAMAÇÕES RESOLVEU SE PRONUNCIAR:


Prezados Senhores,

Cumpro com esta longa carta o dever de informar, esclarecer e desfazer, ou pelo menos tentar desfazer, as injustiças que estão fazendo ao Autódromo Internacional de Tarumã, aliás, aqui do estado, somado à Guaporé, o único que pode ser chamado verdadeiramente de internacional.
Vejam bem, os órgãos de imprensa, (leia-se imprensa quase que 100% a globo e suas redes integradas), vem fazendo declarações e dando espaço a outras tantas declarações estapafúrdias que levam o povo a imaginar que Tarumã está fechando.
Tivemos esta semana que passou uma devastação em nosso estado, e junto a ela Tarumã também foi atingido. Ridículo é ler que Tarumã não oferece estrutura e que existe a necessidade de montar tendas provisórias, que por isso os danos e seus resultados foram maiores.
Afirmo que só não foram maiores por Tarumã ter seus box muito bem estruturados, apesar de velhos e com goteiras, mas muito bem estruturados.
Saibam senhores que o que causou estragos em nosso autódromo foram as barracas de patrocinadores que saíram voando destruindo tudo que estava pela frente, barracas estas que são montadas em todo o Brasil, inclusive estou anexando algumas fotos do evento da Stock Car em santa cruz de 2006 que também sofreu o mesmo estrago em razão de um temporal.
Injusto é sair dizendo estas coisas sobre Tarumã, pois segundo sabemos, por exemplo, o Autódromo de Santa Cruz do Sul recebe verbas Federais em volumes mais do que suficientes para mudar Tarumã, e ele pertence a um município rico, mais uma injustiça.
Importante dizer também, atacando as injustiças, que estive pessoalmente realizando trabalhos aos promotores da Stock Car em Salvador, e afirmo que lá não havia a menor estrutura tanto de áreas de escape, por tratar-se de circuito de rua, como de instalações para as equipes, que se instalaram em barracas, com banheiros químicos, onde até lavar as mãos era um desafio.
Injustos, considero todos os que irresponsavelmente estão falando de Tarumã.
O Jornal Zero Hora, não se deu e muito menos se dá, ao trabalho de noticiar nossos eventos, onde este ano , por exemplo, participaram do Campeonato Gaúcho de Marcas & Pilotos, onde alinharam nada mais do que 45 carros em sua última etapa. Que existe aqui no estado um campeão brasileiro de endurance, Sr. Pierre Ventura, ironicamente um grande anunciante do jornal.
Infelizes aqueles que estão caprichando nesta notícia negativa, pois em dezembro teremos a mais tradicional prova de longa duração do país, as 12 Horas de Tarumã, que reúne aproximadamente 120 pilotos e certamente, a exemplo dos outros anos, só teremos espaço na mídia se um dos nossos morrer durante a realização dela.
Temos ainda, e continuaremos tendo, o Racha Tarumã, um evento de cunho social, criado por mim e pelo meu parceiro de anos, Valter Marquetti, que sem a menor modéstia, já salvou muitas vidas ao oferecer espaço decente para quem gosta de pisar fundo poder fazer isso com segurança.
Muita coisa teria ainda que ser dita somada a tudo isto, mas são tantas bobagens, injustiças e até inverdades que por hora acabarei esquecendo de mencionar várias delas.
quero acreditar que por parte da imprensa exista alguma coisa tendenciosa, pois é difícil acreditar que seja gratuita toda esta mídia quanto ao "Adeus a Tarumã"
Peço que realmente Tarumã receba o adeus, mas o adeus daqueles que não somam nada, que ficam de plantão para comprar imagens de um acidente para ganhar audiência, que adoram noticiar coisas negativas e destruidoras, por que infelizmente o veículo que eles representam tem a força de uma bomba atômica, mas felizmente já notamos outras redes crescendo e tomando espaço dentro deste monopólio.
Que realmente estes se despeçam em definitivo de Tarumã e que já que nunca nos ajudaram, pelo menos parem de atrapalhar, uma vez que isto nos abre o direito de buscar reparação na justiça, pois nosso prejuízo é irreparável, imensurável, além de injusto com quem dá seu suor para que as coisas aqui aconteçam.
Fiquem com Deus.

TARUMÃ É ETERNO!

INDY NO BRASIL... CAPÍTULO... ???

Carlo Gancia, representante da Indy no Brasil, confirmou que o "sumiço" de Eduardo Paes pôs fim ao acordo praticamente selado para que o Rio sediasse a corrida brasileira em 2010

Não há quem confirme categoricamente, com assinatura de acordo e tudo mais, onde vai ser a corrida da Indy no Brasil. As únicas certezas em torno da história que já tem mais de quatro meses vêm na linha inversa, onde não vai acontecer. O que já se sabe é que a prova não será realizada em Ribeirão Preto, cidade favorita no começo e eliminada de pronto, e, agora, que não será no Rio de Janeiro.

Carlo Gancia, representante da Indy no Brasil, informou que a cidade que vai sediar as Olimpíadas em 2016 desistiu de receber a categoria nas ruas de Flamengo ou Botafogo em 2010. Mas não de maneira cordial, por assim dizer. Simplesmente porque o prefeito Eduardo Paes se portou como um fugitivo.

A insatisfação de Gancia com Paes era explícita. Perguntado se o Rio estava definitivamente fora da disputa, o dirigente respondeu com uma metáfora. "O ego do prefeito subiu à cabeça", falou. "Ele não atende o telefone quando eu ligo, quando o pessoal da Band liga, gente que era amiga dele muito antes de ele ser político. Ele não atende para fugir do problema."

Fonte site (GP)

terça-feira, novembro 24, 2009

NASCAR É DE JIMMIE JOHNSON E É TETRA!

O Norte-americano Jimmie Johnson fez historia domingo(22) em Homestead Miami.
Ele marcou seu nome no hall da fama dos melhores pilotos da categoria. Um tetracampeonato, mas consecutivo 2006, 2007, 2008 e 2009. Algo que ninguém conseguiu alcançar e isso vai demorar. Seu desempenho dentro e fora das pistas, uma equipe de mecânicos liderada por Chad Knaus foi à chave do sucesso. Ontem em Miami mesmo não tendo vencido a corrida Johnson correu como vencedor, batalhou nas pistas e nos boxes, parecia que não disputava o titulo. Mas no final a recompensa foi os 4 títulos.
Johnson precisava apenas de uma 25ª colocação para assegurar seu tetracampeonato consecutivo, mas conseguiu uma posição bem melhor: cruzou a linha de chegada em 5° e levou pra casa a taça de campeão de 2009. Johnson além de competência contou com a sorte esse ano. Classificou-se para o chase em terceiro ate então seu companheiro de equipe Mark Martin tinha o maior numero de vitorias e Tony Stewart surpreendia a todos nos instantes finais aparecendo nas primeiras posições. Mas na hora da decisão seus adversários caiam um por um. O primeiro foi Kasey Kahne, com problemas no motor o segundo foi Vickers que não corria bem. O próximo foi Carl Edwards que se envolvia em confusão e seu carro.
Os outros foram destroçados na prova de Talladega dia 1 de novembro quando a duas voltas do fim, todos os adversários se envolveram em um Big One. Um pequeno susto no Texas, mas na corrida seguinte uma vitoria em grande estilo e no final em Miami um sexto lugar. O que foi suficiente para garantir o titulo.

Com essa marca Johnson se junta a Richard Petty (7), Dale Earnhardt (7) e companheiro de Jeff Gordon (4), os pilotos que ganharam mais de três títulos.

domingo, novembro 22, 2009

STOCK CAR

MESMO COM O QUARTO LUGAR, CACÁ BUENO GARANTE O TÍTULO ANTECIPADO DA TEMPORADA 2009, EM UMA CORRIDA CONFUSA, CHEIA DE ACIDENTES E PUNIÇÕES PESADAS, E A BRILHANTE VITÓRIA DE LUCIANO BURTI, A PRIMEIRA DELE NA STOCK.

A meta, conforme ele fez questão de dizer, não era essa. Mas Cacá Bueno conseguiu garantir seu terceiro título da Stock Car neste domingo (22) ao chegar em quarto — depois confirmado em terceiro, após a punição de 20 segundos sofrida por Daniel Serra, originalmente segundo — na etapa de Tarumã. O piloto da Red Bull contou com os abandonos de Ricardo Maurício e Thiago Camilo para confirmar a taça na prova vencida por Luciano Burti.

Com a largada em fila indiana após uma volta atrás do safety-car devido à pista molhada por causa da chuva que caiu em Viamão durante a noite, Cacá não teve problemas para abrir distância de Maurício — que, por dentro na curva 1, ultrapassou Daniel Serra. Porém, a manobra foi iniciada antes da linha de chegada quando a bandeira verde foi acionada, e o piloto da RC acabou recebendo uma punição. Logo atrás, Tarso Marques assumiu o quarto lugar ao passar Xandinho Negrão. No meio do pelotão, Marcos Gomes e Thiago Camilo conseguiam ganhar posições com dificuldades.

E, se com a notícia da punição de Maurício o título de Cacá parecia praticamente assegurado, na sétima volta sua vida ficou ainda mais fácil: o piloto da RC, que ainda não havia cumprido a pena, escapou da pista em uma disputa de posição e foi parar no meio da grama, quase atolando por conta do barro e da lama no local. Ele ainda conseguiu levar o carro aos boxes, mas abandonou depois — Ricardo Zonta e Cláudio Ricci também já haviam deixado a prova nas voltas iniciais.

Com isso, Cacá manteve a constância e seguiu sempre com uma vantagem segura à frente de Serra. Tarso também estava longe de Daniel, e depois acabou perdendo a terceira posição para Luciano Burti, que já havia antes deixado Xandinho para trás. A corrida seguia movimentada, com Max Wilson também ganhando a posição de Gomes, e este recebendo um toque de Camilo, que não conseguiu aproveitar a chance para subir ao sétimo lugar.

Wilson seguiu em um ritmo forte e, na 19ª passagem, foi mais um a ultrapassar Xandinho — bem no momento em que a TV Globo, emissora com transmissão exclusiva da categoria, cortou as imagens para mostrar o Mundial de Skate de Rua. Na volta das transmissões, Cacá já não era mais o líder, pois havia entrado para fazer seu pit-stop obrigatório. Daniel veio na volta seguinte, e apareceu na frente do seu coloega de Red Bull.

A escalada de Wilson, contudo, foi freada pouco depois: no mesmo momento em que o safety-car foi chamado à pista, na 24ª volta, por conta da escapada de pista de Norberto Gresse na curva 1, o piloto da RC precisou cumprir um drive-through por ter ultrapassado a velocidade máxima dentro dos boxes no seu pit-stop.
E quem assumiu o papel de surpresa, a partir daí, foi Burti: com a pista livre assim que Cacá e Daniel fizeram suas paradas, o piloto da Boettger conseguiu uma grande vantagem e voltou na frente do duo da Red Bull ao sair dos boxes. Tarso, que não havia feito sua parada, estava liderando na frente dos três, mas não resistiu aos ataques de Burti e Serra na relargada.

Com o líder do campeonato, contudo, a história foi diferente. Cacá não conseguiu ultrapassar Marques, e os dois trocaram tinta em algumas curvas. Mas, logo em seguida, o carro de segurança voltou ao trabalho: Giuliano Losacco acertou a proteção de pneus da curva 9 e ficou em posição perigosa na pista, enquanto Thiago Camilo perdeu o controle do seu carro e acabou batendo no barranco de proteção do Tala Larga.

O abandono de Camilo tornou ainda mais tranquila a vida de Cacá com relação ao título, já que o carioca não conseguia encontrar facilidades na prova. O safety-car, que precisou ficar várias voltas na pista, retornou aos boxes no 31º giro — apenas para voltar duas voltas depois: Felipe Maluhy acabou sendo lançado à barreira de pneus em uma disputa de posição com Tarso Marques, que mereceu gestos pouco decorosos quando o piloto da Avallone voltava do acidente.

Com cinco minutos para o final da corrida, era tudo que Burti queria. Serra vinha pressionando nos (poucos) momentos de bandeira verde, e ele conseguiu se manter à frente. Assim, o ex-piloto da Prost na F1 venceu pela primeira vez na Stock Car após segurar a dupla da Red Bull por mais duas voltas para receber a bandeira quadriculada.
Mas Burti não foi o único piloto a comemorar: mesmo sendo ultrapassado pelo seu irmão Popó Bueno na última volta, Cacá confirmou o tricampeonato de forma antecipada. Festa do carioca nos boxes da Red Bull pela retomada do título, o terceiro em quatro temporadas.

Com o pódio formado por Burti, Serra e Popó, Cacá foi o quarto colocado. Marcos Gomes apareceu em quinto, à frente de Allam Khodair — novo vice-líder do campeonato — e de Alceu Feldmann. Átila Abreu, Lico Kaesemodel e Ricardo Sperafico completaram o top-10.

O resultado foi alterado no final, quando Serra foi punido com o acréscimo de 20 segundos no seu tempo por ter, de acordo com os comissários, tirado o pé no lance da largada que determinou a punição a Maurício. Além dele, Tarso Marques foi desclassificado pelo acidente com Maluhy nas voltas finais.

STOCK CAR - O ÚLTIMO ASSASSINATO DA TEMPORADA?

HOJE DOMINGO(22), ME PREPAREI ANTECIPADAMENTE PARA ASSISTIR, PELA TV, A ÚLTIMA PROVA DA STOCK CAR NO AUTÓDROMO DE TARUMÃ, PROVA ESSA QUE DEU O TÍTULO ANTECIPADO DE 2009 A CACA BUENO. UMA PROVA MARCADA POR MUITOS ACIDENTES E PUNIÇÕES E A TÃO SONHADA VITÓRIA DE LUCIANO BURTI QUE FEZ UMA CORRIDA ESPETACULAR E BEM ADMINISTRADA.
MAS O QUE OFUSCOU TODO ESSE ESPETÁCULO, PRA QUEM ASSISTIU PELA TELEVISÃO, FOI MAIS UMA VEZ A IMPORTÂNCIA QUE A REDE GLOBO DA PARA O AUTOMOBILISMO BRASILEIRO. ALÉM DE NÃO TRANSMITIR TODAS AS PROVAS DURANTE O ANO NA ÍNTEGRA, POIS SEMPRE TEM UM JOGO DE FUTEBOL AMISTOSO, UMA PROVA DE ATLETISMO, UM CAMPEONATO "MUNDIAL" DE SKATE, HORA QUE ME PERDOEM OS SKAITISTAS, MAS POR FAVOR, VAMOS SEPARAR AS COISAS.
A ÚLTIMA PROVA DO AUTÓDROMO DE TARUMÃ COM A STOCK CAR, UMA VITÓRIA BRILHANTE DO BURTI, A DECISÃO ANTECIPADA DANDO O TÍTILO DE 2009 A CACÁ BUENO, O FILHO DO "HOME".. E A GLOBO NÃO TRANSMITE NEM O PÓDIO?
ISSO É UMA VERGONHA PRO AUTOMOBILISMO BRASILEIRO! UM TOTAL DESCASO, COM OS PATROCINADORES E QUEM TAVA ASSISTINDO EM CASA. PORQUE NÃO FAZEM COMO A REDE VIDA QUE TRANSMITIU A PROVA DA PICK UP RACING NA ÍNTEGRA, COM REPLAYS E TODOS OS DETALHES INCLUSIVE O PÓDIO E ENTREVISTA COM OS 3 PRIMEIROS COLOCADOS? COMO A RECORD NEWS QUE TRANSMITE A GT3 E A FÓRMULA MASSERATI DO INÍCIO AO FIM?
O QUE MAIS ME DEIXA TRISTE É QUEM EM 2010, TUDO VAI CONTINUAR IGUAL.

sexta-feira, novembro 20, 2009

BUGATTI VEYRON

PRA QUEM GOSTA DE CARRO ESPORTIVO, ESSE É PRA "BABAR"!
Bugatti Veyron é um super esportivo da Bugatti conhecido por alcançar 408Km/h e ser um dos carros de rua mais rápidos do mundo.
As origens deste carro remetem a 1998, quando foram apresentados os Bugattis EB 118, EB 218, EB 18/3 Chiron e o primeiro Bugatti Veyron, com o nome de EB 18/4, que significam Ettore Bugatti e o numero oficial de cilindros, que eram 18. Em 2001 foi apresentado com 16 cilindros, isso porque os 18 eram muito complexos para o desenho de seu motor.
Após terem sido definidos os cilindros que o motor do carro teria, houve uma grande preocupação em como alcançar 1.001cv de potência. Na realidade, todo motor tem 1.000cv na combustão, só que muito é perdido durante as fases do motor até chegar as rodas. Para isso, foram utilizados quatro turbocompressores e dois refrigeradores de ar-líquido, além disso a injeção de combustível é directa. O resultado é:1.001cv aos 6.000 rpm, torque de 127,4 m.kgf aos 2.200 até os 5.500 rpm e de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos.
Com bastante tecnologia, ele também tem uma boa aerodinâmica, o que não o deixa sair decolando. Para manter uma boa sustentação sem perder coeficiente aerodinâmico, o Bugatti Veyron contém três tipos de rodagem. Neles o vão livre de rodagem e seu aerofólio são modificados.

No primeiro modo, seu aerofólio está retraído e o carro está a 124 mm da pista.
No segundo modo, aos 220 km/h, o carro baixa para 78 mm na frente e 94 mm na traseira. Pequenos defletores na frente se abre e seu espoiler sobe 30 cm, num ângulo de seis graus. Este modo permite ir aos 370 Km/h.
O terceiro modo, é ativado quando é colocada uma chave em uma fenda no assoalho entre a porta e o banco do condutor. Nele o carro baixa para 66 mm na frente e 71 atrás, e seu aerofólio e defletores se retraem. Porém se no percurso, o condutor virar o volante em mais de noventa graus, o Bugatti Veyron volta ao segundo modo.
Versão targa do Bugatti Veyron, o GT. Com sua capota de policarbonato fechada ele chega a 408 km/h. Se ela estiver aberta vai somente aos 330 km/h. Tem o mesmo motor, só que devido aos reforços estruturais, ele ganhou 80 quilos a mais.

FICHA TÉCNICA:

Construtor: Bugatti
Classe: Super esportivo
Tipo de Carroçeria: estrutura tubular, Fibra de carbono (mono coque e as barras atreladas)
Motor: central, W16 cilindros, 64 válvulas, quadriturbo
Caixa de velocidades: 7 marchas (DSG)
Distância entre os eixos (mm): 2,65 m
Comprimento (mm): 4,38 m
Largura (mm): 1,99 m
Altura (mm): 1,21 m
Peso bruto (kg): 1950kg
Consumo: 2km/l ou 5(l) por minuto
Tanque Combustível: 115(l)
Preço: U$ 1.500.000

quinta-feira, novembro 19, 2009

STOCK CAR TARUMÃ - CICLONE

UM CICLONE PASSOU POR TARUMÃ NA TARDE DE HOJE(19) DESTRUINDO TODA A ESTRUTURA DA STOCK E FERINDO ALGUMAS PESSOAS, MESMO ASSIM A PROVA QUE SERÁ A PENÚLTIMA DA TEMPORADA SEGUE CONFIRMADA


Um temporal por volta das 15h desta quinta-feira (19) atingiu o autódromo de Tarumã e a região de Porto Alegre, dando sequência aos estragos que tem ocorrido na região Sul desde o começo da semana. Ninguém se feriu gravemente, mas alguns motorhomes e caminhões foram atingidos por árvores e postes.

Uma barraca caiu sobre Vinicius Marques, membro da equipe Officer Pamplona. Vinicius foi para o hospital da região se queixando de dores na coluna.
O assessor da categoria, Marcelo Eduardo Braga mencionou a passagem de um ciclone pela região. As salas do site da Stock (WE) e de produção ficaram destruídas. O forte vento também afetou o paddock e os camarotes.

Braga também informou que a corrida está confirmada, mas que a programação do fim de semana da Stock sofrerá alterações para que haja tempo necessário para os reparos. Relatos indicam que falta luz na região e que os danos foram de grandes proporções.
A previsão indica que o tempo vai continuar ruim durante todo o fim de semana na região adjacente a Porto Alegre. No domingo, deve chover durante a penúltima etapa do campeonato.


BURNOUT

ABAIXO UM "VÍDEOZINHO " PRA ACELERAR O CORAÇÃO!

video

FÓRMULA 1 - RAIKKONEN NEGA IDA PARA MERCEDES

RAIKKONEN DESMENTE A AFIRMAÇÃO DE SEU EMPRESÁRIO DE QUE IRIA PARA A MERCEDES GP EM 2010.
EM ENTREVISTA AO SITE OFICIAL DA F1, NESTA QUINTA(19), O FINLANDÊS GARANTIU QUE NÃO CORRE NA F1 EM 2010 A NÃO SER QUE GANHE UM CARRO COMPETITIVO O QUE ELE CONSIDERA QUE SÓ ENCONTRARIA NA McLAREN


ISSO ATÉ PAREÇE UMA NOVELA...

Pelo jeito, as negociações com a Mercedes nem chegaram a ter vez na cabeça de Kimi Raikkonen. Entrevistado nesta quinta-feira (19) pelo site oficial da F1, o campeão mundial de 2007 confirmou que não vai disputar o Mundial de 2010. O finlandês disse que, após não fechar a negociação para retornar à McLaren, vai tirar um ano sabático para voltar na temporada seguinte — e apenas se surgir uma proposta de carro vencedor.
Kimi explicou que via na McLaren a única chance de ter um carro competitivo para brigar pelo Mundial de Pilotos do ano que vem, e que nem mesmo chegou a abrir a negociação com a Mercedes — desmentindo a informação dada pelo seu empresário Steve Robertson, que disse estar aberto a propostas. Ontem, o jornalista Lito Cavalcanti havia cravado o acerto do nórdico com o novo time da montadora alemã para 2010.

"Este parece ser o caso [de ficar um ano fora]. Não consegui chegar a um acordo com a McLaren e, então, decidi tirar um ano sabático. Achei que eles davam a melhor oportunidade de vencer corridas e de brigar pelo título e que, se isso não funcionasse, as férias de um ano seriam o resultado", explicou Raikkonen — o time de Woking confirmou na quarta-feira a contratação de Jenson Button para ser o companheiro de equipe de Lewis Hamilton.

E o finlandês não descartou nem mesmo a possibilidade de que tenha feito sua última corrida pela F1 no GP de Abu Dhabi. "Para ser honesto, eu só vou voltar em 2011 se tiver um carro competitivo. Não quero correr apenas para ser mais um, isso não me interessa. Mas há muito tempo até lá, então vamos aguardar e ver o que os próximos meses vão trazer."

Kimi também falou sobre o que motivou o final das negociações com a McLaren. "Meu empresário teve vários encontros com eles, mas, infelizmente, alguns assuntos não foram resolvidos. Sabíamos nos últimos três ou quatro dias que seria difícil chegar a um acordo, e agora isso é definitivo. Acho que um bom piloto faz a diferença, principalmente por vermos todos tão próximos. Essa pode ser a diferença entre vencer e perder", ressaltou o piloto, ao ser perguntado sobre as diferenças de salário, motivo especulado como decisivo para que sua contratação não fosse fechada.

Sobre a possibilidade de correr pela Mercedes, Raikkonen logo descartou. "Não tive nenhuma conversa com a Brawn. Acho que eles querem dois alemães para o ano que vem, principalmente após o envolvimento da Mercedes", opinou.

Por fim, o nórdico disse que ainda tem muita vontade de vencer na F1 e que ainda não decidiu o que vai fazer da vida em 2010. "Vou ver se disputo algo com os ralis. Mas, de novo, só vou fazer isso se tiver um carro competitivo. Se não, vou ficar com a minha família e amigos. Sempre gostei da F1 e ainda tenho ambições e, nas circunstâncias corretas, pretendo voltar. A porta está aberta, e resta ver o que o futuro me reserva", completou Kimi.

quarta-feira, novembro 18, 2009

FÓRMULA 1

KIMI RAIKKONEN VAI PARA A MERCEDES GP EM 2010

A informação de que Kimi Raikkonen estaria fora da F1 em 2010 não durou nem um dia. De acordo com o comentarista do canal SporTV Lito Cavalcanti, Raikkonen será piloto da Mercedes na próxima temporada, contrariando as notícias do próprio empresário do piloto, que garantiu que o finlandês não correria no ano que vem.

Inicialmente, Kimi era cotado para a vaga de Heikki Kovalainen na McLaren. Entretanto, as negociações com a equipe inglesa falharam, especialmente por conta de divergências com relação à parte financeira e aos compromissos com patrocinadores.
A escuderia de Woking, então, optou por Jenson Button. A confirmação do acordo com o atual campeão veio na manhã de hoje.

A história de Raikkonen na Mercedes, segundo Lito, é resultado da sede de 'vendetta' da McLaren. "É um caso decorrente da perda do Button pela Brawn, uma vingança da McLaren que deixou a Mercedes com o Nico Rosberg e o Nick Heidfeld, quase nada", disse o jornalista ao Grande Prêmio.

Na última segunda, a Mercedes anunciou a compra da Brawn e a venda gradativa dos 40% que tem no comando da McLaren até 2011. A montadora será apenas uma fornecedora de motores da equipe inglesa ate 2015. Mas a negociação, ao que se nota, não foi das mais amigáveis.

"Rosberg e Heidfeld não têm nenhuma vitória, muito pouco para quem tinha um campeão mundial em mãos", explicou Lito, sobre o que restou à Brawn/Mercedes. "E como ela estava saindo da McLaren, a equipe não podia resistir a dar essa volta por cima, tirando o Button de lá."

De fato, a equipe campeã de 2009 ficaria com um elenco de pouco currículo. Com o apoio da Mercedes e dinheiro irrestrito, foi atrás de Raikkonen, fadado ao ano sabático como apregoava o empresário Steve Robertson até horas atrás. Mas uma reunião nesta quarta-feira (18) com o próprio Roberston mudou os planos do finlandês.

"O Robertson, manager dele, está terminando os detalhes agora, mas já estão acertados", contou Lito. "Só faltam detalhes, mas os pontos básicos estão certos."

ARRANCADA 2010

NOVIDADES PARA 2010

A arrancada de 402 metros terá em 2010 o primeiro Campeonato Brasileiro da sua história. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18/11) após reunião entre representantes da Confederação Brasileira de Automobilismo (que será responsável pela supervisão e coordenação da competição), a Força Livre Motorsport (que organiza o Campeonato Paranaense de Arrancada e o Festival Brasileiro desde 1992), a Spid (nova pista de arrancada que será inaugurada em Itatiba/SP no próximo ano) e o Velopark (que organizou a Copa Brasil de Arrancada 2009 ).

A idéia dos organizadores é manter as competições regionais, mas realizar um campeonato nacional com seis etapas: sendo duas em Curitiba/PR, duas em Itatiba/SP e duas em Nova Santa Rita/RS, a 30 km de Porto Alegre. O formato das provas prevê quatro largadas classificatórias e largadas eliminatórias, com os oito primeiros em cada categoria. Os representantes da Força Livre, da Spid e do Velopark acreditam que com este formato o esporte consiga atrair mais patrocinadores e forte presença da mídia.

No início desse ano, os principais organizadores de arrancada do Brasil já haviam dado um grande passo para a competição nacional ser concretizada em 2010 com a unificação dos regulamentos. Em setembro, o presidente da CBA, Cleyton Pinteiro nomeou Rogério Gregóris, que trabalha no esporte desde 2002, como presidente da Comissão Nacional de Arrancada. Até o fim do ano, a CBA promete divulgar um novo regulamento nacional que será adotado no Campeonato Brasileiro de Arrancada 2010.

Durante o encontro foi decidido também que um projeto será elaborado para a captação de patrocinadores e que existe a possibilidade de transmissão ao vivo da largadas elimininátorias por um canal de televisão. Outros organizadores de arrancada de 402 metros poderão ingressar no campeonato em 2011.

FÓRMULA 1 McLAREN COM 2 CAMPEÕES


A novela acabou antes do que se esperava. A McLaren anunciou nesta quarta-feira (18) a contratação de Jenson Button para o Mundial de 2010, completando uma dupla de pilotos totalmente britânica para o ano que vem.

A McLaren volta a ter dois campeões na equipe 22 anos após a dupla Ayrton Senna e Alain Prost. Será a primeira vez, inclusive, que um time contrata os dois últimos campeões do mundo para uma temporada.
Button comentou sua transferência após sete anos nas equipes de Brackley. "É sempre uma decisão difícil largar uma equipe quando você esteve lá por tanto tempo. Mas a vida é feita de desafios — e, sobretudo, de se desafiar. Então, embora eu tenha conquistado o título com a Brawn neste ano — e nunca vou esquecer isso —, sempre fui inflexível quanto a continuar a me proporcionar novos desafios", disse.
Afirmando parecer "inacreditável" ser contratado pela equipe que disse acompanhar desde criança, Jenson lembrou um pouco da trajetória do time de Woking. "Esta foi a razão pela qual decidi me juntar à McLaren. Você acaba sendo afetado pela história fenomenal desta equipe. A McLaren é um dos grandes nomes do esporte mundial, e as suas conquistas e a sua lista de campeões do passado é como ler um quem-é-quem da F1 — Emerson Fittipaldi, James Hunt, Niki Lauda, Alain Prost, Ayrton Senna, Mika Hakkinen e, claro, meu novo companheiro de equipe, Lewis Hamilton."
Button optou por formar um time totalmente inglês na McLaren, agora que a Mercedes concordou em negociar suas ações, 40%, num prazo de dois anos. Embora a equipe não tenha revelado a duração do contrato — só especificou que este não expira em 2010 —, o "The Guardian" sustenta que o acordo é de três anos, com salário de £ 6 milhões por temporada — no câmbio desta quarta (18), R$ 17,2 milhões.

segunda-feira, novembro 16, 2009

FÓRMULA 1 - McLAREN TEM MOTIVOS PARA COMEMORAR

APÓS CONFIRMAR TÉRMINO DE PARCERIA COM MERCEDES, A EQUIPE INGLESA McLAREN, TEM UM MOTIVO PARA COMEMORAR: SEU ESTATUS DE INDEPENDENTE.

Com a afirmação de um plano de "realinhamento de estratégia de aliança a longo prazo", a McLaren confirmou as mudanças em sua direção, entre as quais se destaca a compra dos 40% das ações que são da Mercedes até 2011.

O comunicado informa que o fornecimento de motores por parte da empresa alemã continua até 2015, o que impede a nota de falar em encerramento da parceria. Chegando até o último ano de contrato, a Mercedes vai ser a dona dos motores da McLaren pelo 21º ano consecutivo. Até lá, nada vai mudar no nome da equipe, que vai continuar sendo McLaren Mercedes, caracterizada pelo mesmo vermelho e prateado.

O time afirma que, em 2011, se tornará uma entidade corporativa "totalmente independente", o que indica que não está nos planos da escuderia anunciar uma parceria semelhante àquela com a Mercedes.

Ron Dennis, acionista-fundador do McLaren Group, destacou que a alteração no rumo da empresa vai ajudar a equipe da F1. "Os próximos anos representarão um momento muito emocionante para a McLaren, durante o qual pretendemos nos tornar uma força econômica e tecnológica cada vez maior. A F1 será sempre nossa atividade principal, por razões comerciais sólidas, mas também por razões históricas esportivas: nosso negócio na F1 tradicionalmente contou com segurança financeira, em grande parte como consequência da longevidade dos contratos com nossos parceiros, muitos deles passando dos 15 anos de comprometimento com a McLaren."

Além da saída gradual da Mercedes, foi anunciada também a — já esperada — separação da McLaren Automotive, hoje comandada por Ron Dennis, do McLaren Group. "A partir de 2011, [a McLaren Automotive] vai começar a produzir sua própria linha de carros esportivos de alta performance, orientado para penetrar em um segmento automotivo meticulosamente escolhido", diz a nota.

Dennis, que esteve no GP de Abu Dhabi e voltou a ouvir perguntas sobre um possível retorno à equipe, defendeu as mudanças. "Sempre foi minha convicção que, para sobreviver e prosperar na F1 do século 21, uma equipe deve ser muito mais do que apenas uma equipe. Sendo este o caso, a fim de desenvolver e manter os fluxos de receita necessários para competir, vencer GPs e Mundiais, as empresas que executam as equipes de F1 devem alargar o leque de sua atividade comercial."

FÓRMULA 1 - TROCA TROCA

MERCEDES VENDE SUA PARTICIPAÇÃO NO COMANDO DA McLAREN APÓS COMPRAR PARTE DA BRAWN GP.

Segunda-feira (16) foi de mudanças na vida de McLaren, Mercedes e Brawn. Em uma entrevista coletiva em Frankfurt, a montadora alemã confirmou a venda das ações que detinha de controle da McLaren, encerrando assim seu comando sobre a equipe de Woking, mas também garantiu o fornecimento de motores para o time até 2015. Além disso, a Brawn agora vai ser comandada pelos germânicos e passará a se chamar Mercedes GP. Os pilotos não foram confirmados.
O comunicado oficial teve duas frentes. No que se referiu à McLaren, a própria escuderia tratou de informar, instantes após o fim da coletiva, que vai retomar os 40% de ações controladas pela Mercedes até o final de 2011, em uma operação que vai tornar o time inglês totalmente independente — apesar de contar com os motores alemães até o final do Mundial de 2015. O time também vai manter o nome da montadora e o patrocínio pelos próximos seis anos.

Já a Brawn teve 75,1% das suas ações compradas pela Mercedes — 45,1% diretamente pela empresa, com os outros 30% nas mãos do grupo de investimentos Aabar, de Abu Dhabi, que detém uma parte minoritária do comando da montadora. Com isso, o time de Brackley vai se chamar Mercedes a partir de 2010, ganhando a pintura prateada tradicional da marca e o símbolo da estrela de três pontas estampando seus carros.

Mas, se o futuro da equipe está definido, o mesmo não se pode dizer com relação aos pilotos — de nenhum dos dois times, aliás. Nico Rosberg parece muito próximo da Brawn, assim como Lewis Hamilton está confirmado na McLaren. As outras duas vagas aparentam estar nas mãos de Jenson Button e Nick Heidfeld, de acordo com os rumores da imprensa europeia. Porém, não se sabe qual piloto vai para qual time, com o atual campeão sendo cogitado tanto na sua atual escuderia quanto como companheiro de Hamilton em Woking.

FÓRMULA 1 2010 - MERCEDES+BRAWN=MERCEDES GP

OS DIRETORES DA MERCEDES FALAM SOBRE A COMPRA DA BRAWN E AS PERSPECTIVAS PARA 2010.

Em coletiva feita pela Mercedes nesta segunda-feira (16) definiu várias dúvidas que haviam a respeito da participação da montadora na F1, com o anúncio da compra da Brawn — e o fato de que vai levar o nome da empresa a partir de 2010 — e a venda da sua parte das ações da McLaren até 2011. Mas também deixou algumas dúvidas pendentes: nenhuma das duplas de piloto dos dois times foi definida, e tanto Dieter Zetsch quanto Norbert Haug se eximiram de falar sobre o assunto. UM ESBOÇO DE COMO SERÁ A NOVA MERCEDES GP

Diretor-executivo da Daimler, grupo que controla a Mercedes, Zetsch confirmou que a Brawn vai levar a cor prateada tradicional da empresa nos seus carros no ano que vem. Mas, sobre os pilotos, apenas a informação de que eles ainda não foram definidos. "Nós estamos trabalhando com este assunto, mas ainda não há uma decisão final. Queremos contar com os dois melhores pilotos possíveis, e não há um pré-requisito de que eles sejam alemães", explicou o dirigente — referindo-se aos rumores de que Nick Heidfeld e Nico Rosberg foram escolhidos pelo time.

Haug seguiu na mesma linha. "Somos uma empresa internacional e, nos últimos anos, recebemos diversas críticas por não termos nenhum piloto alemão. Queremos ter os melhores corredores possíveis, e não um time puramente alemão", destacou.

Os dois dirigentes se recusaram a comentar as negociações de Jenson Button tanto com a agora ex-Brawn quanto com a McLaren, explicando que tudo está sendo visto pelas direções dos dois times. Haug ressaltou que espera fazer um anúncio sobre os pilotos em breve. "Espero que seja na próxima semana, mas não me matem se levar mais algum tempo", declarou o alemão.

Zetsch, por fim, disse que não vai revelar o valor gasto pela Mercedes para comprar 75,1% das ações da Brawn. E confirmou que a entrada da McLaren no mercado automotivo foi um dos motivos para mudar a participação da empresa germânica na F1. "Você participa do automobilismo para promover sua marca, pois não há nenhuma plataforma igual no esporte. Com a nossa história, temos a oportunidade de usar um programa próprio para melhorarmos nossa marca."

domingo, novembro 15, 2009

FÓRMULA 1


A BRAWN FEZ A ÚLTIMA PROPOSTA PARA JENSON BUTTON.

A novela da renovação de contrato Jenson Button está bem perto de acabar. E quem deve encerrar as negociações é a Brawn. No melhor estilo "pegar ou largar", a equipe ofereceu £ 3,5 milhões — cerca de R$ 10 milhões — ao campeão para a temporada 2010. A informação é do jornal britânico "Daily Mirror".

A quantia é £ 5 milhões menor do que o valor pedido por Button, o que indicaria uma nova recusa por parte do piloto. Segundo o diário, a Mercedes deve anunciar nesta semana a compra da Brawn. A montadora alemã pretende fechar uma dupla forte para o marketing da Alemanha para a próxima temporada.


Nico Rosberg deve ser o escolhido pela montadora da estrela de três pontas. O ex-piloto da Williams é visto na cúpula da montadora como o futuro astro da equipe, o que pode diminuir as chances de Button.

Na última semana, Jenson visitou a sede da McLaren, em Woking. Um porta-voz da equipe declarou que foi uma "passagem para dizer olá", mas parte da imprensa inglesa garante que o campeão de 2009 e seu empresário conversaram bastante com Martin Whitmarsh — espécie de "guia" pela fábrica.

SITE DO GTA

ENTROU NO AR HOJE(15) O NOVO SITE DO GTA. MUITA INFORMAÇÃO SOBRE EVENTOS E GALERIA DE FOTOS RELACIONADAS A ESSA PAIXÃO MUNDIAL QUE É O AUTOMOBILISMO. ACESSEM E CONFIRAM: http://www.gtars.net.br/

quinta-feira, novembro 12, 2009

FÓRMULA 1 - SEM "SAPATOS"

BRIDGESTONE ANUNCIA QUE APÓS A TEMPORADA DE 2010 DEIXARÁ A F1.O diretor da parte esportiva da empresa, Hiroshi Yasukawa fez o anúncio e alegou vários motivos entre eles os resquícios da crise financeira mundial, problemas financeiros e novos planos para tecnologias futuras e planos estratégicos.

Mal terminou a temporada 2009, a F1 já sabe que vai sofrer uma baixa no fim de 2010. A Bridgestone anunciou na manhã do dia 2 de Novembro no Japão, que não vai renovar o contrato para ser a fornecedora de pneus da categoria após o campeonato do ano que vem. A Bridgestone esperou que o Mundial acabasse, mas não demorou nem o espaço de um dia para emitir um comunicado informando sua saída da F1. A fornecedora alegou que tem outros planos relativos a "tecnologias inovadoras e produtos estratégicos".

A verdade é que a Bridgestone vem registrando prejuízos, acentuados com a crise econômica do ano passado e similares aos problemas encontrados pelas compatriotas Honda — que deixou a F1 em 2008 —, Kawasaki — acabou com o projeto na MotoGP — e Subaru — que largou o WRC. Na nota, a Bridgestone Motorsport atribui a decisão à corporação. "Nós entendemos e respeitamos as razões por esta decisão, mas acaba sendo uma grande decepção", disse Hiroshi Yasukawa, diretor da parte esportiva da companhia. "A F1 tem tido uma importância estratégica para desenvolvimento das tecnologias, aumentando a consciência da marca e fornecendo seus negócios por todo o mundo com ferramentas promocionais e de marketing que estão intrinsicamente ligadas aos nossos produtos."Yasukawa agradeceu a Bernie Ecclestone e à sua FOM, às equipes e aos fãs "que seguiram as atividades da Bridgestone nos últimos 13 anos" e reiterou que vai continuar trabalhando da mesma forma em sua última temporada para "fornecer pneus seguros da maior qualidade".Os números da Bridgestone, já somando o que ela conquistar no ano que vem, com as 19 provas previstas: 244 corridas, 175 vitórias, 168 poles e 170 voltas mais rápidas.A F1, assim, vai ter de abrir um novo processo para escolha de uma fornecedora. A Michelin, última concorrente da Bridgestone, por princípio de competição, não deve participar. Pirelli e Goodyear surgem como prováveis favoritas.

STOCK CAR 2010


ANUNCIADO O CALENDÁRIO PARA 2010 DA STOCK CAR. SERÃO 12 ETAPAS QUE PASSARÃO POR 10 CIDADES E 6 ESTADOS E MAIS O DISTRITO FEDERAL.


A primeira prova do ano acontece em 28 de março, no circuito de Interlagos. O autódromo paulista vai abrigar apenas mais uma etapa, a oitava da temporada, em 19 de setembro. Curiosamente, a data do evento coincide com o período em que o tradicional circuito fecha para os preparativos do GP do Brasil de F1, que está marcado para o dia 14 de novembro.

Segundo o comunicado da categoria, o campeonato terá uma nova edição da Corrida do Milhão, além de uma prova de rua, em lugar ainda não definido pela organização. O Velopark, em Porto Alegre, aparece no lugar da pista de Tarumã, no dia 7 de novembro. Por fim, Curitiba vai encerrar a temporada, em 5 de dezembro. A nota da Stock ainda revela que a parceria com a TV Globo foi mantida e que a emissora carioca deve exibir as provas, mas não fala em todas as etapas do campeonato. Vale lembrar que neste ano a Globo mostrou somente os instantes finais das quatro primeiras corridas da temporada.


Calendário de 2010:


28/3 São Paulo
11/4 Curitiba
25/4 Santa Cruz
23/5 Rio de Janeiro
6/6 Circuito de rua (a definir)
15/8 Salvador
5/9 Campo Grande
19/9 São Paulo
10/10 Londrina/Alternativa
7/11 Porto Alegre (Velopark)
21/11 Brasília
5/12 Curitiba