terça-feira, setembro 21, 2010

STOCK CAR - POLÊMICA PARTE 3

EM NOTA DIVULGADA NA SEGUNDA(20), A EQUIPE RED BULL DISSE QUE VAI OUVIR A CBA SOBRE A DESCLASSIFICAÇÃO DE SEUS PILOTOS NA PROVA DE CAMPO GRANDE E QUE VAI REAVALIAR A SUA PRESENÇA NA STOCK CAR PARA 2011.A Red Bull informou no fim da tarde desta segunda-feira (20) que vai reavaliar sua presença na Stock Car depois da desclassificação de seus dois carros na corrida de domingo em Campo Grande — um deles do pole e vencedor Daniel Serra. A punição, aplicada pelos comissários e pelo presidente do CTDN, Nestor Valduga, já gerou uma desistência: a Sky, parceira da equipe, vai deixar a categoria no fim da temporada.
Serra e Cacá Bueno, além de Xandinho Negrão — piloto da A.Mattheis, equipe irmã da Red Bull — e Ricardo Zonta — da RZ Corinthians — foram eliminados da corrida no Mato Grosso do Sul porque deram "informações enganosas" por não terem chegado aos boxes com seus carros após a linha de chegada. No entanto, o regulamento esportivo da Stock Car, chancelado pela CBA e pelo Conselho Técnico Desportivo Nacional, no terceiro parágrafo do artigo 71, diz apenas que "todo carro classificado que não possa chegar ao Parque Fechado por seus próprios meios, [sic] será conduzido pelo resgate até o mesmo", sem que haja cobrança de explicações caso o piloto não o faça.
Assim mesmo, a direção de prova pediu explanações para as equipes. Em todos os casos, a alegação foi de que houve uma falha na alimentação do combustível — o mais expressivo no caso de Zonta, que perdeu posições no fim da corrida. Segundo a Red Bull, os comissários foram averiguar se havia o problema relatado — com o carro parado. Como não encontraram a tal falha, concluíram que houve má-fé.
No comunicado emitido, a Red Bull mostrou "veemente discordância" com as punições a Serra e Cacá — que foi oitavo na bandeirada. "A Red Bull tem o esporte a motor no seu DNA, estando envolvida nas principais categorias de automobilismo do mundo. Atualmente é proprietária de duas equipes de F1 e uma equipe na Nascar norte-americana, além de ser a parceira principal de equipes de ponta no DTM, mundial de rali WRC e rali Dakar, entre outros campeonatos. Em todas essas categorias, a credibilidade e a legitimidade das ações da empresa e de suas equipes jamais foram questionadas", disse a equipe.

A Red Bull ainda comunicou que "entrará em contato com as autoridades competentes da CBA buscando esclarecer o episódio" e que, "caso necessário, encaminhará recurso ao Tribunal da entidade pleiteando a reversão das punições aos seus pilotos". Então, a empresa afirmou que vai "reavaliar seus planos para 2011 dentro do automobilismo nacional".

No fim da nota, a RBR revelou que a parceira Sky, da área de comunicações, decidiu se retirar da Stock Car no fim desta temporada.

Fonte (GP)

STOCK CAR - POLÊMICA PARTE 2

JOGO DE EQUIPE OU JOGO DE FAMÍLIA?

NA F1 HOUVE JOGO DE EQUIPE, QUANDO FELIPE MASSA DEIXOU FERNANDO ALONSO PASSAR NO GP DA ALEMANHA. NO ÚLTIMO DOMINGO(19), CACÁ BUENO DA RBR AJUDOU SEU IRMÃO POPÓ DA A. MATTHEIS A GARANTIR VAGA NO PLAYOFF CAUSANDO A GRANDE POLÊMICA E TRAZENDO A TONA A VELHA PERGUNTA: ATÉ ONDE O JOGO DE EQUIPE PODE INTERFERIR NO RESULTADO DE UMA PROVA E DE UM CAMPEONATO DE AUTOMOBILISMO?

O resultado final da etapa de Campo Grande da Stock Car, que definiu os dez pilotos do playoff, ainda repercute. Depois da desclassificação de cinco pilotos da corrida de domingo – entre eles, o vencedor, Daniel Serra –, a nova polêmica diz respeito ao provável jogo de equipe entre pilotos da Red Bull e da A.Mattheis.
Os pilotos em questão, inclusive, são mais que companheiros de equipe. Trata-se dos irmãos Cacá e Popó Bueno. O 'Globo Esporte' desta segunda-feira (20) mostrou trechos de conversas entre Cacá e Andreas Mattheis, chefe das duas equipes, que indicam o jogo de equipe.
Em um determinado momento, o piloto da Red Bull, então em quinto na corrida, pergunta se o irmão estaria no playoff se o ultrapassasse. “Se o Popó me passar, ele tá no playoff, então?”, questiona Cacá. Mattheis confirma na sequência. “Confirmado. Se o Popó chegar em quinto, ele está no playoff.”
Em seguida, Popó conseguiu superar o irmão, enquanto Cacá passou a ser seu escudeiro, segurando Átila Abreu. Mais à frente, Cacá volta a falar com Mattheis, perguntando “quantas voltas faltam”. Como resposta, ouve “oito voltas”. “Popó tem que apertar um pouco o ritmo”, conclui o representante da Red Bull.
No fim, Popó precisou das próprias forças para superar Ricardo Zonta e assegurar a vaga. E a ultrapassagem veio na última volta. Com o quinto lugar – que virou quarto com a punição de Serra –, o piloto se manteve vivo na disputa pelo título.
O prejudicado da história acabou sendo Thiago Camilo, que perdeu o lugar para Popó no playoff. Depois da corrida, o paulista não poupou críticas à atitude de Cacá. “Por várias vezes ele se julga tão profissional, e por essas atitudes é que a gente vê, vê que as coisas não são bem assim”, disse o piloto antes de ser desclassificado da prova por falta de combustível no carro.


Nesta terça-feira(21), a Confederação Brasileira de Automobilismo decidiu investigar a manobra entre Cacá e Popó Bueno na etapa de Campo Grande da Stock Car, disputada no domingo (19).

Embora Cacá corra pela Red Bull e Popó defenda a A.Mattheis, ambas são chefiadas por Andreas. Mais que isso, a CBA quer analisar um possível favorecimento de Cacá ao irmão Popó durante a prova.
“Na torre de controle, não temos o áudio da corrida, e só tivemos acesso a esse acontecimento hoje (segunda-feira)”, declarou o presidente do Conselho Técnico Desportivo Nacional (CTND) ao jornal ‘O Globo’. “Nós vamos analisar o caso e tomaremos as medidas cabíveis”, acrescentou.


Vejam o vídeo divulgado no Glogo Esporte:

video

STOCK CAR - POLÊMICA PARTE 1

REVIRAVOLTA NO RESULTADO DA ÚLTIMA PROVA DA STOCK EM CAMPO GRANDE NO DOMINGO(19). DANIEL SERRA, CACÁ BUENO, XANDINHO NEGRÃO E RICARDO ZONTA FORAM DESCLASSIFICADOS PELA DIREÇÃO DE PROVA POR TEREM FORNECIDO INFORMAÇÕES ERRADAS. THIAGO CAMILO TAMBÉM FOI DESCLASSIFICADO MAS POR FALTA DE COMBUSTÍVEL, COM ISSO A VITÓRIA ACABOU FICANDO COM NONÔ FIGUEIREDO.


A vitória de Daniel Serra na etapa de Campo Grande durou até o fim da tarde. O piloto da Red Bull foi desclassificado da corrida deste domingo (19) por ter fornecido informações erradas à direção de prova, alegando problemas técnicos para não chegar ao parque fechado por conta própria.

Além de Daniel, Cacá Bueno, Xandinho Negrão e Ricardo Zonta foram punidos pelo mesmo motivo. Thiago Camilo também foi desclassificado, mas por ter terminado a corrida sem os três litros de combustível obrigatórios no tanque.
Com isso, Nonô Figueiredo herdou a vitória, com Marcos Gomes e Ricardo Maurício na sequência. Popó Bueno, David Muffato, Luciano Burti, Antonio Pizzonia, Allam Khodair, Rodrigo Sperafico e Alan Hellmeister completaram os dez primeiros.

Fonte(GP)